EXAME Agro
Acompanhe:

Auditores agropecuários rejeitam aumento de 5% proposto pelo governo

Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários diz que o porcentual "não repõe sequer a defasagem salarial"

Auditores agropecuários recusam reajuste de 5% oferecido pelo governo (Getty Images/Getty Images)

Auditores agropecuários recusam reajuste de 5% oferecido pelo governo (Getty Images/Getty Images)

E
Estadão Conteúdo

17 de abril de 2022, 16h09

Os auditores fiscais federais agropecuários repudiaram a proposta do governo federal de conceder reajuste de 5% aos servidores públicos federais. Em nota, o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical) diz que o porcentual divulgado "não repõe sequer a defasagem salarial, consequência de mais de cinco anos sem reposição das perdas inflacionárias", diz.

O Anffa Sindical representa mais de 4,5 mil auditores fiscais federais agropecuários. Na nota, a entidade reforça que "continuará lutando pela valorização da carreira e para que sua reestruturação seja efetivada".

No dia 13 de abril, pressionado pelo recrudescimento de greves e paralisações que ameaçam a atividade de diversos órgãos do governo, o presidente Jair Bolsonaro aprovou um reajuste de 5% para todos os servidores públicos federais a partir de julho.


O custo para oferecer esse aumento para todo o funcionalismo, como antecipou o Broadcast, será de R$ 6,3 bilhões em 2022 - ano em que o presidente tenta a reeleição. Apesar da decisão, representantes de sindicatos e associações afirmam que o porcentual não repõe as perdas inflacionárias nos últimos anos.

Notícias exclusivas de agro e o que movimenta o mercado

Você já conhece a newsletter semanal EXAME AGRO? Você assina e recebe na sua caixa de entrada as principais notícias sobre o agronegócio, assim como reportagens especiais sobre os desafios do setor e histórias dos empreendedores que fazem a diferença no campo.

Toda sexta-feira, você também tem acesso a notícias exclusivas, o que move o mercado e artigos de especialistas.