• AALR3 R$ 20,15 -0.74
  • AAPL34 R$ 67,35 -0.01
  • ABCB4 R$ 16,54 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,00 -0.92
  • AERI3 R$ 3,57 -1.11
  • AESB3 R$ 10,86 2.26
  • AGRO3 R$ 30,93 -0.58
  • ALPA4 R$ 21,43 2.88
  • ALSO3 R$ 19,02 0.05
  • ALUP11 R$ 27,10 -0.77
  • AMAR3 R$ 2,52 5.00
  • AMBP3 R$ 31,00 2.31
  • AMER3 R$ 21,89 -4.33
  • AMZO34 R$ 65,21 2.26
  • ANIM3 R$ 5,47 2.05
  • ARZZ3 R$ 79,20 -0.75
  • ASAI3 R$ 15,65 -1.57
  • AZUL4 R$ 20,07 -3.00
  • B3SA3 R$ 11,89 -1.08
  • BBAS3 R$ 37,43 -0.98
  • AALR3 R$ 20,15 -0.74
  • AAPL34 R$ 67,35 -0.01
  • ABCB4 R$ 16,54 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,00 -0.92
  • AERI3 R$ 3,57 -1.11
  • AESB3 R$ 10,86 2.26
  • AGRO3 R$ 30,93 -0.58
  • ALPA4 R$ 21,43 2.88
  • ALSO3 R$ 19,02 0.05
  • ALUP11 R$ 27,10 -0.77
  • AMAR3 R$ 2,52 5.00
  • AMBP3 R$ 31,00 2.31
  • AMER3 R$ 21,89 -4.33
  • AMZO34 R$ 65,21 2.26
  • ANIM3 R$ 5,47 2.05
  • ARZZ3 R$ 79,20 -0.75
  • ASAI3 R$ 15,65 -1.57
  • AZUL4 R$ 20,07 -3.00
  • B3SA3 R$ 11,89 -1.08
  • BBAS3 R$ 37,43 -0.98
Abra sua conta no BTG

6 homens-bomba atacam agência de espionagem em Cabul

Ataque coordenado contra a agência de espionagem deixou pelo menos duas pessoas mortas e 22 feridas
Força de segurança afegã investiga cenário de ataque de carro bomba em Cabul (Omar Sobhani/Reuters)
Força de segurança afegã investiga cenário de ataque de carro bomba em Cabul (Omar Sobhani/Reuters)
Por Da RedaçãoPublicado em 22/01/2013 09:40 | Última atualização em 22/01/2013 09:40Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Cabul - Seis homens-bomba lançaram um ataque coordenado contra a agência de espionagem do Afeganistão, em Cabul, nesta quarta-feira, matando pelo menos duas pessoas e ferindo outras 22, disseram autoridades afegãs.

O ataque começou no início da tarde (horário local), quando o primeiro suicida detonou um carro-bomba grande perto da entrada do Diretório Nacional de Segurança (DNS), informou o escritório do chefe de polícia de Cabul em um comunicado.

Cinco outros suicidas com explosivos presos ao corpo e dirigindo uma minivan foram mortos a tiros quando tentavam entrar no complexo do DNS.

Dois guardas do DNS foram mortos pelo primeiro homem-bomba e outros 22 ficaram feridos, disseram autoridades de segurança e saúde.

Outros suicidas conseguiram invadir o centro fortemente barricado da capital, que abriga vários ministérios afegãos e embaixadas ocidentais.

O Taliban enviou uma mensagem de texto para a mídia afirmando que o ataque tinha ocorrido, mas não assumiu a responsabilidade.

O chefe do DNS, Asadullah Khalid, sobreviveu a uma tentativa de assassinato no mês passado, em um ataque que ameaçou prejudicar um processo de paz nascente e já frágil entre o governo afegão e o Taliban.

A violência em todo o país aumentou ao longo do ano passado, o que provocou preocupação sobre como os 350.000 membros das forças de segurança afegãs serão capazes de controlar quando as tropas estrangeiras se retirarem.