Xiaomi ultrapassa Apple e é a 3ª maior fabricante de celulares no mundo

Apesar de o mercado de smartphones ter se recuperado no terceiro trimestre, as vendas ainda são de 1% a 4% menores do que a do mesmo período de 2019

Os bons resultados financeiros divulgados nesta quinta-feira, 29, não foram o suficiente para manter a Apple como a terceira maior fabricante de celulares no mundo. Na manhã desta sexta-feira, 30, relatórios das consultorias Canalys, Counterpoint e IDC mostraram que a chinesa Xiaomi ultrapassou a americana de Steve Jobs, usurpando o terceiro lugar no ranking mundial de vendas, com um crescimento de mais de 40% entre os trimestres, deixando para trás até mesmo sua concorrente direta, a também chinesa Huawei.

 É hora de comprar ações da Apple? Teste grátis, por 10 dias, a melhor análise do mercado de ações.

A Xiaomi, segundo todas as consultorias, teve um crescimento bastante expressivo no trimestre, de 45% sendo a Canalys, 46% de acordo com a Counterpoint e 42% segundo a IDC.

 

Apesar de o mercado de smartphones ter se recuperado no terceiro trimestre, e ter ensaiado um retorno forte, as vendas ainda são de 1% a 4% menores do que a do mesmo período de 2019. Isso não impediu que a sul-coreana Samsung continuasse a liderar a lista, com um crescimento de 2% no trimestre quando comparado ao mesmo período do ano passado.

Segundo a Canalys, a ordem das maiores fabricantes de smartphones agora é: Samsung, Huawei, Xiaomi, Apple, Vivo, Oppo, Realme, Lenovo e Transsion.

Fabricante Envios do 3º trimestre (em milhões de dólares) Participação de mercado no 3º trimestre Envios do 3º trimestre em 2019 (em milhões de dólares) Participação de mercado no 3º trimestre de 2019 Crescimento anual
Samsung 80,2 23% 78,9 22,4% +2%
Huawei 51,7 14,9% 66,8 19% -23%
Xiaomi 47,1 13,5% 32,5 9,2% +45%
Apple 43,2 12,4% 43,5 12,3% -1%
Vivo 31,8 9,1% 30,1 8,5% +6%

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.