Tecnologia

Xiaomi ultrapassa Apple e é a 3ª maior fabricante de celulares no mundo

Apesar de o mercado de smartphones ter se recuperado no terceiro trimestre, as vendas ainda são de 1% a 4% menores do que a do mesmo período de 2019

Xiaomi: chinesa ultrapassou a Apple em número de vendas (SOPA Images / Colaborador / VCG / Colaborador/Getty Images)

Xiaomi: chinesa ultrapassou a Apple em número de vendas (SOPA Images / Colaborador / VCG / Colaborador/Getty Images)

Tamires Vitorio

Tamires Vitorio

Publicado em 30 de outubro de 2020 às 10h30.

Os bons resultados financeiros divulgados nesta quinta-feira, 29, não foram o suficiente para manter a Apple como a terceira maior fabricante de celulares no mundo. Na manhã desta sexta-feira, 30, relatórios das consultorias Canalys, Counterpoint e IDC mostraram que a chinesa Xiaomi ultrapassou a americana de Steve Jobs, usurpando o terceiro lugar no ranking mundial de vendas, com um crescimento de mais de 40% entre os trimestres, deixando para trás até mesmo sua concorrente direta, a também chinesa Huawei.

 É hora de comprar ações da Apple? Teste grátis, por 10 dias, a melhor análise do mercado de ações.

A Xiaomi, segundo todas as consultorias, teve um crescimento bastante expressivo no trimestre, de 45% sendo a Canalys, 46% de acordo com a Counterpoint e 42% segundo a IDC.

 

Apesar de o mercado de smartphones ter se recuperado no terceiro trimestre, e ter ensaiado um retorno forte, as vendas ainda são de 1% a 4% menores do que a do mesmo período de 2019. Isso não impediu que a sul-coreana Samsung continuasse a liderar a lista, com um crescimento de 2% no trimestre quando comparado ao mesmo período do ano passado.

Segundo a Canalys, a ordem das maiores fabricantes de smartphones agora é: Samsung, Huawei, Xiaomi, Apple, Vivo, Oppo, Realme, Lenovo e Transsion.

FabricanteEnvios do 3º trimestre (em milhões de dólares)Participação de mercado no 3º trimestreEnvios do 3º trimestre em 2019 (em milhões de dólares)Participação de mercado no 3º trimestre de 2019Crescimento anual
Samsung80,223%78,922,4%+2%
Huawei51,714,9%66,819%-23%
Xiaomi47,113,5%32,59,2%+45%
Apple43,212,4%43,512,3%-1%
Vivo31,89,1%30,18,5%+6%

 

Acompanhe tudo sobre:AppleCelularesempresas-de-tecnologiaSmartphonesXiaomi

Mais de Tecnologia

Vício em TikTok? O que é 'brainrot' e por que o termo está tão em alta

Mais 168 cidades podem ter internet 5G a partir de sexta-feira; veja a lista

Carros autônomos: os robotáxis começam a virar realidade para a Waymo, do Google

Empresa chinesa avança em tecnologia quântica com novo termômetro de óxido de rutênio

Mais na Exame