iPhone volta crescer: Apple supera expectativas e vendas aumentam no 2ºtri

A receita total da Apple foi de US$ 59,7 bilhões, ante expectativas de analistas de 52,25 bilhões. As ações da companhia também subiram

A Apple superou as expectativas de Wall Street e conseguiu aumentar a receita de todas as suas unidades de negócios. A receita do iPhone teve alta de 2% (US$ 26,4 bilhões) em relação ao mesmo período do ano passado, mesmo com a queda do mercado de smartphone, que afetou tanto a Apple quanto a Samsung — mas ambas conseguiram absorver o impacto da crise do novo coronavírus.

A divisão de serviços da Apple foi de 11,5 bilhões no segundo trimestre do ano passado para 13,1 bilhões no último trimestre. A área engloba serviços como o Apple Music, o Apple TV+ e a iTunes Store. A divisão do Apple Watch também deu um salto e passou de 5,5 bilhões em 2019 para 6,4 bilhões no período.

Com a pandemia, iPads e Macs  também tiveram as suas vendas impulsionadas por consumidores trabalhando e estudando de casa. A empresa  reportou vendas nos segmentos  de 6,58 bilhões e 7,08 bilhões de dólares, respectivamente, contra expectativas de 4,88 bilhões e 6,06 bilhões.

A receita total da Apple foi de US$ 59,7 bilhões, ante expectativas de analistas de 52,25 bilhões. As ações da companhia também subiram a 2,58 dólares por ação, ante 2,04 dólares, segundo dados da Refinitiv.

 Os resultados vêm logo após o CEO Tim Cook testemunhar perante o Congresso sobre as políticas da App Store da empresa, uma parte importante do crescente negócio de serviços da Apple.

Os resultados saíram no mesmo dia em que os EUA relatou que seu Produto Interno Bruto (PIB) entrou em colapso, caindo 32,9% no segundo trimestre, pior desempenho desde a Grande Depressão. Com cerca de 60% das vendas provenientes de mercados internacionais, a Apple se mostrou imune aos choques em todos os mercados .

Em entrevista à Reuters, o presidente-executivo Tim Cook disse que, após as paralisações provocadas pela pandemia em abril, as vendas começaram a aumentar em maio e junho, ajudadas pelo lançamento do iPhone SE, vendido a 399 dólares, em abril.

Os resultados enfatizaram que a Apple oferece serviços e dispositivos que atraem muitos clientes, apesar de a empresa ter voltado a fechar muitas lojas nos EUA. A Apple teve aumento nas vendas de acessórios como AirPods e serviços como a App Store.

 

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Plano mensal Revista Digital

Plano mensal Revista Digital + Impressa

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

R$ 15,90/mês

R$ 44,90/mês

Plano mensal Revista Digital

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

ASSINE

Plano mensal Revista Digital + Impressa

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças + Edição impressa quinzenal com frete grátis.

ASSINE