Tidal pode perder músicas de Beyoncé, sua co-proprietária

A plataforma de música pode perder o direito de veicular as músicas da cantora Beyoncé, esposa de Jay-Z e co-proprietária do Tidal


	 Beyoncé é esposa de Jay-Z e co-proprietária do Tidal
 (Matthew Stockman/Getty Images)

Beyoncé é esposa de Jay-Z e co-proprietária do Tidal (Matthew Stockman/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 30 de maio de 2015 às 22h56.

O Tidal, plataforma de streaming criada pelo rapper e empresário Jay-Z, parece enfrentar algumas dificuldades.

Segundo informações divulgadas pelo portal norteamericano Bloomberg, a concorrente de Deezer e Spotify tem um impasse com relação aos direitos de reprodução com as gravadoras Sony, Universal Warner Music. O acordo incluia o repasse de mais de 60% dos royalities.

O acerto com a Universal foi feito sem maiores problemas e a Warner estaria negociando os valores com a empresa. A Sony, no entanto, tem se mostrado irredutível.

Caso as partes não entrem em um consenso, a plataforma pode perder o direito de veicular o material dos artistas da Sony, incluindo as músicas da cantora Beyoncé, esposa de Jay-Z e co-proprietária do Tidal.

O serviço de streaming ainda enfrenta alguns problemas com relação ao número de usuários, muito inferior ao de seus concorrentes diretos. Há rumores na imprensa americana de que a empresa estaria se preparando para lançar com exclusividade o próximo cd de Beyoncé.

O conteúdo exclusivo seria uma forma de impulsionar a marca no mercado e a especulação não foi negada pela empresa, mas a estratégia pode sofrer um golpe caso a questão com a Sony não seja resolvida. 

Mais de Tecnologia

Norte-coreanos estão secretamente trabalhando em desenhos lançados em streamings

Pulga atrás da orelha: minha experiência com o Vision Pro, da Apple

Brasil é campeão no Mundial de Robótica em Houston

Em Santa Catarina, médico leva Apple Vision Pro para ser usado em cirurgia ortopédica

Mais na Exame