Tecnologia

Samsung supera expectativas e tem lucro líquido de US$ 4,8 bilhões no 1º trimestre

IA generativa deve seguir trazendo uma forte demanda por chips, o que beneficia a empresa

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 30 de abril de 2024 às 06h30.

A Samsung superou as estimativas de lucros dos analistas depois que sua divisão de semicondutores voltou a ser lucrativa após negócios feitos com Microsoft e Alphabet -  que aumentaram os gastos em inteligência artificial.

De acordo com a Bloomberg, a maior fabricante mundial de chips de memória relatou lucro líquido de 6,62 trilhões de wons (US$ 4,8 bilhões) no primeiro trimestre, contra a projeção média dos analistas de 5,63 trilhões de wons. Isso é mais de quatro vezes o lucro da empresa no ano anterior.

Por causa dos bons resultados, as ações da empresa subiram até 2,4% nas negociações da Bolsa de Seul.

A Samsung, também a maior fabricante mundial de smartphones, tenta reverter um declínio que já dura um ano, desencadeado pela incerteza económica global. Em 2023, o lucro operacional geral da empresa caiu para o nível mais baixo em 15 anos depois que sua unidade de semicondutores registrou um prejuízo de 14,9 trilhões de wons.

A companhia disse que espera que a demanda por chips permaneça forte no restante do ano em grande parte devido à procura de IA generativa. A Microsoft e a Alphabet, controladora do Google, divulgaram resultados financeiros na semana passada que superaram as estimativas dos analistas, em parte por causa dos serviços de IA.

Os negócios de smartphones da Samsung – a principal fatia das operações da empresa sul-coreana – registraram um lucro operacional de 3,5 trilhões de wons sobre vendas de 33,5 trilhões de wons durante o trimestre, auxiliados pelas fortes vendas da série Galaxy S24.

Segundo a Bloomberg, os sinais apontam para uma recuperação gradual do mercado, impulsionada em parte pela procura de chips utilizados para desenvolver IA após o advento do ChatGPT da OpenAI. A divisão de chips da Samsung registrou um lucro operacional melhor do que o projetado de 1,91 trilhão de wons, seu primeiro trimestre no azul após quatro perdas sucessivas. Os dados comerciais sul-coreanos divulgados neste mês mostraram que as remessas oriundas de semicondutores lideraram o crescimento das exportações do país nos primeiros 20 dias de abril, aumentando 43% em relação ao ano anterior.

Acompanhe tudo sobre:Samsung

Mais de Tecnologia

Brasileiros gastam R$ 1.416 por ano em assinaturas digitais, mas 32% paga e não usa

Bateria de lente de contato inteligente pode ser carregada através de lágrimas

Animal ou vegetal: Nestlé aposta em startups para competir no mercado de bebidas proteicas

Mais na Exame