Inteligência Artificial

Coca-Cola assina contrato com Microsoft para "explorar os poderes da IA"

Contrato de cinco anos é avaliado em US$ 1,1 bilhão

Com IA, Coca vai reavaliar seu marketing e a cadeia de suprimentos (Coca-cola Company/Divulgação)

Com IA, Coca vai reavaliar seu marketing e a cadeia de suprimentos (Coca-cola Company/Divulgação)

Publicado em 26 de abril de 2024 às 08h20.

A Coca-Cola vai entrar de cabeça na Inteligência Artificial. A companhia assinou um contrato de cinco anos com a Microsoft para reorganizar suas unidades de trabalho, gerir custos e melhorar a produtividade. A parceria é avaliada em US$ 1,1 bilhão, segundo o Quartz.

Sob esse novo acordo, a Coca irá transferir todos os seus aplicativos para a plataforma de nuvem da Microsoft, a Azure. A Coca-Cola também disse que está explorando "os poderes da Inteligência Artificial para melhorar a experiência dos nossos clientes e turbinar a eficiência da empresa".

A gigante de bebidas disse que seu investimento em IA é parte do processo de "reimaginar" como será o marketing e a cadeia de suprimentos daqui para frente. O recente investimento da Coca em IA mostra o quanto a empresa está dando importância para o assunto, já que o último aporte nesse tipo de tecnologia aconteceu em 2020, quando foram gastos US$ 25O milhões.

A empresa, na verdade, não quer perder terreno para concorrentes como a Pepsico e RedBull, que já utilizam IA para engajamento de clientes.

Neeraj Tolmare, vice-presidente da Coca-Cola, disse que a parceria  com a Microsoft "é o próximo capítulo importante na jornada de priorizar o digital na empresa".

Turbinada por IA, Microsoft supera expectativas e ações sobem

As ações da Microsoft subiam 5% após o fechamento do mercado nesta quinta-feira, 25, seguindo a divulgação dos resultados do terceiro trimestre fiscal que superaram as expectativas de Wall Street.

Os resultados financeiros divulgados pela empresa mostram um desempenho robusto neste período. De acordo com os dados ajustados ao consenso da London Stock Exchange Group (LSEG), a Microsoft registrou lucro por ação de US$ 2,94, superando a previsão de US$ 2,82. A receita atingiu US$ 61,86 bilhões, ultrapassando a expectativa de US$ 60,80 bilhões.

Acompanhe tudo sobre:Coca-ColaInteligência artificialMicrosoft

Mais de Inteligência Artificial

Mira Murati, da OpenAI, responde a Elon Musk sobre integração com Apple

Musk retira processo contra OpenAI um dia após criticar acordo com Apple

O que o acordo OpenAI-Apple significa para Google e Microsoft

Mistral AI levanta US$ 645 milhões e atinge valor de US$ 6,5 bilhões

Mais na Exame