Tecnologia

Quem é Parag Agrawal, novo CEO do Twitter

Antigo CTO, Agrawal irá substituir o cofundador do Twitter, Jack Dorsey

Parag Agrawal, ex-CEO do Twitter (Twitter/Divulgação)

Parag Agrawal, ex-CEO do Twitter (Twitter/Divulgação)

LP

Laura Pancini

Publicado em 29 de novembro de 2021 às 14h07.

Última atualização em 30 de novembro de 2021 às 06h12.

Jack Dorsey deixou nesta segunda-feira, 29, o cargo de CEO do Twitter, a rede social que cofundou em 2006 e a qual guiou nos últimos seis anos. Quem assume agora é Parag Agrawal, o antigo CTO (Chief Technology Officer) da gigante de tecnologia.

“Decidi deixar o Twitter porque acredito que a empresa está pronta para deixar seus fundadores”, disse Dorsey em um comunicado, embora não tenha fornecido nenhum detalhe adicional sobre o motivo de sua decisão de renunciar.

Quem é Parag Agrawal?

Por enquanto, pouco se sabe sobre o norte-americano de ascendência indiana que assume uma rede social de mais de 200 milhões de usuários ativos mensais. Agrawal entra em um momento intenso para o Twitter, que busca atingir métricas altas até o final de 2023: os objetivos são o dobro da renda anual e 315 milhões de usuários ativos diários monetizáveis.

Parag Agrawal tem doutorado da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, e bacharelado do Indian Institute of Technology em Mumbai. Antes de entrar como engenheiro de software no Twitter em 2011, Agrawal fez estágios de pesquisa na AT&T, Microsoft e Yahoo.

Agrawal se tornou CTO do Twitter em 2017 e, de acordo com e-mail escrito por Dorsey e publicado no Twitter, Agrawal foi sua escolha para liderar a empresa “por algum tempo, dado o quão profundamente ele entende a empresa e suas necessidades”.

Em seus mais de dez anos na rede social do passarinho azul, o novo CEO liderou projetos envolvendo inteligência artificial (IA) e aprendizado de máquina. Um deles, por exemplo, fez com que a timeline parasse de mostrar os tuítes pela ordem dos mais recentes e ao invés passou a mostrar os mais relevantes para cada usuário. 

Agrawal também foi um dos líderes do Projeto Bluesky, iniciativa criada pelo Twitter em 2019 com o intuito de criar uma rede social descentralizada.

"Recentemente, atualizamos nossa estratégia para atingir metas ambiciosas e acredito que ela seja ousada e certa. Mas nosso desafio está em como trabalharemos para executar e entregar isso", disse Agrawal. "É assim que faremos do Twitter o melhor que pode ser para nossos clientes, acionistas e para cada um de vocês."

Acompanhe tudo sobre:CEOsTwitter

Mais de Tecnologia

NIO lança estação que realiza troca de bateria em apenas 3 minutos

Aeroportos registram queda no extravio de bagagens após implementação de novas tecnologias

Volta do presencial prejudica profissionais de tecnologia do Norte e Nordeste

IBM Consulting troca gerente geral para renovar foco em projetos de inteligência artificial

Mais na Exame