Acompanhe:

Para o CEO da Huawei, esta é a chave para o avanço na América Latina

Gigante chinesa de tecnologia avança nas redes 5.5G, com velocidade de conexão 10 vezes superior às 5G e preparadas para os usos intensivos da inteligência artificial

Modo escuro

Continua após a publicidade
Huawei na MWC 2024: gigante ocupa o primeiro pavilhão inteiro para expor seus produtos e receber convidados ( Xavi Torrent/Getty Images)

Huawei na MWC 2024: gigante ocupa o primeiro pavilhão inteiro para expor seus produtos e receber convidados ( Xavi Torrent/Getty Images)

*O jornalista viajou a convite da Huawei

BARCELONA - Desde segunda-feira cerca de 100 mil empresários e executivos do mercado de tecnologias móveis se reúnem em Barcelona para o Mobile World Congress (MWC 2024), em Barcelona. É uma oportunidade para ver, ser visto, e avaliar o tamanho da ambição das maiores empresas do setor.

Num evento marcado pela grandiosidade, a chinesa Huawei se impõe: ocupa o primeiro pavilhão inteiro para expor seus produtos e receber convidados. Serão cerca de 13 mil pessoas em uma semana de feira, que podem ver as novidades em produtos como esteiras conectadas, relógios e smartphones e em tecnologias de redes.

O recado geral da companhia chinesa é que está pronta para liderar a demanda por conectividade mundo afora. "O exemplo da China mostra que o fator mais importante para um país avançar é a conectividade", disse Daniel Zhou, CEO da Huawei para América Latina e Caribe numa café com jornalistas. "É possível pedir uma maçã em casa, em qualquer parte do país, e ela vai chegar em minutos".

Zhou explicou que, na América Latina, mesmo nas grandes cidades áreas com conexão 5G convivem com áreas com pouca cobertura. "É preciso garantir que a maior parte dos cidadãos tenha acesso para que o país avance", disse.

O que é IPv6? Huawei, Anatel e Inatel querem dobrar conectividade no Brasil

De 0,5 em 0,5

A prioridade, para a companhia chinesa, é seguir fornecendo soluções de 5G, mas no MWC o grande destaque foi para a chegada da rede chamada de 5.5G. É a evolução natural da tecnologia, com latência de milissegundos, menor uso de energia e capacidade de downloads de 10 Gbps, ou 10 vezes a velocidade conseguida em redes 5G.

Seria o ideal, diz o executivo, para inteligência artificial, mas também para eventos de grande demanda como, por exemplo, o Carnaval do Rio de Janeiro. "Fui ao carnaval e percebi como milhares de pessoas ao mesmo tempo distribuem vídeos e fazem lives. É um uso intensivo que vai ficar mais possível com o 5.5G", disse.

Segundo a Huawei, Hong Kong, Finlândia e Alemanha são alguns dos mercados em que a supervelocidade de carregamento já está disponível. No Brasil o 5.5G ainda deve levar 3 anos para estar disponível comercialmente.

No fim de 2023, havia 300 redes comerciais 5G lançadas em todo o mundo, atendendo mais de 1,6 bilhão de pessoas. A taxa de adoção da tecnologia é sete vezes mais rápida que a da adoção do 4G. O 5.5G é uma evolução na direção do 6G, que já está em desenvolvimento.

"Estamos prontos há algum tempo para o 6G. Mas no momento o setor está discutindo os standards com operadoras, fabricantes, reguladores. Ainda deve levar alguns anos, talvez, para a tecnologia estar disponível", afirmou Zhou. De 0,5 em 0,5, o mundo vai se transformando.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Huawei lança seu primeiro PC com inteligência artificial equipado com processador Intel
Inteligência Artificial

Huawei lança seu primeiro PC com inteligência artificial equipado com processador Intel

Há 8 horas

É 'mito' que tecnologias 'roubam' empregos, diz executivo da Amazon
Tecnologia

É 'mito' que tecnologias 'roubam' empregos, diz executivo da Amazon

Há um dia

Já pensou em definir a rota do carro para fugir da poluição do ar?
ESG

Já pensou em definir a rota do carro para fugir da poluição do ar?

Há 2 dias

Apple alerta usuários de 92 países sobre ataque hacker ultrasofisticado
Tecnologia

Apple alerta usuários de 92 países sobre ataque hacker ultrasofisticado

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais