Clientes da Microsoft sofrem ataque comandado por hackers chineses

Hackers invadiram contas de e-mail e foram capazes de instalar um software sem autorização

Um ataque cibernético ao software de e-mail Outlook da Microsoft atingiu dezenas de milhares de empresas, escritórios do governo e escolas nos Estados Unidos, de acordo com pessoas informadas sobre o assunto. A empresa afirmou que o ataque foi executado por uma rede suspeita de hackers chineses.

Muitas das vítimas do ataque parecem ser pequenas empresas e governos estaduais e locais. As estimativas do total de vítimas mundiais foram aproximadas e variaram amplamente até ontem. Dezenas de milhares de clientes parecem ter sido afetados, mas esse número pode ser superior a 250 mil, segundo uma fonte.

Embora muitos dos afetados provavelmente tenham pouco valor para os serviços de inteligência devido aos alvos do ataque, é provável que também existam alvos de espionagem de alto valor, disse uma das fontes.

Os hackers exploraram uma série de quatro falhas no software Exchange da Microsoft para invadir contas de e-mail e ler mensagens sem autorização, e para instalar um software não autorizado, disse a empresa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.