Apple vai doar 10 milhões de máscaras para profissionais de saúde

Empresa americana pretende adquirir e distribuir os acessórios em hospitais e clínicas dos EUA e da Europa

A Apple vai doar 10 milhões de máscaras para ser usadas por profissionais de saúde dos Estados Unidos e da Europa no combate à disseminação do novo coronavírus. O anúncio foi feito nesta semana por Tim Cook, CEO da fabricante do iPhone.

Conforme reportado pelo The Verge, os acessórios não serão produzidos pela Apple. Segundo o executivo, a empresa vai usar sua operação comercial para procurar, comprar e fazer a doação dos artigos de higiene para hospitais e clínicas.

A distribuição das máscaras se dará em parceria com o governo americano, conforme o que foi detalhado numa entrevista coletiva de Mike Pence, vice-presidente dos Estados Unidos.

A demanda por máscaras disparou nas últimas semanas e está causando problemas até para gigantes do mercado. Em carta enviada para seus funcionários, o fundador da Amazon, Jeff Bezos, afirmou que já adquiriu milhões de máscaras para ser utilizadas por profissionais da varejista que não podem trabalhar de casa. Porém, “poucos pedidos foram entregues até o momento”, escreveu.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.