Tecnologia

Apple começa a rentabilizar Siri com plano de músicas acionadas por voz

Serviço de assinatura do Apple Music terá plano exclusivo para a assistente de voz

Apple Music: serviço terá músicas em alta qualidade, assim como Amazon Music e Tidal (Apple/Divulgação)

Apple Music: serviço terá músicas em alta qualidade, assim como Amazon Music e Tidal (Apple/Divulgação)

Lucas Agrela

Lucas Agrela

Publicado em 18 de outubro de 2021 às 14h15.

Última atualização em 18 de outubro de 2021 às 15h17.

A Apple começou a rentabilizar a assistente de voz Siri com um novo plano de assinatura do seu serviço de transmissão de músicas via internet, o Apple Music.

A empresa terá um plano que custa metade do preço da assinatura individual. Chamado Voice Plan, ele oferece acesso a listas de reprodução e estações musicais do Apple Music apenas por meio do acionamento por voz, por meio da Siri.

A Siri não está apenas nos iPhones. Ela também funciona nos MacBooks, iPads, Apple Watches e nos HomePods, as caixas de som inteligentes da Apple.

Essa é a primeira vez que uma empresa de tecnologia anuncia um serviço de assinatura acionado apenas com a voz. Google, Samsung e Amazon também possuem assistentes de voz, mas nenhuma dessas empresas possui um plano de assinatura dedicado a interações por voz.

O novo Voice Plan da Apple custará 4,99 dólares, mas ainda não tem previsão de lançamento anunciada para o mercado brasileiro.

Veja mais novidades da Apple:

 

Acompanhe tudo sobre:AppleMúsica

Mais de Tecnologia

Apple se recupera na China e vendas de iPhone crescem 52% em abril

Elon Musk quer criar o supercomputador mais poderoso do mundo

Como fazer chamada de vídeo: 5 aplicativos para celular e computador

Como descobrir a senha do Wi-Fi que estou conectado

Mais na Exame