Amazon pode se tornar rival da Uber após comprar startup de US$ 1,2 bilhão

Desenvolvedora de tecnologias de carros autônomos, a startup americana Zoox agora pertence ao conglomerado de Jeff Bezos

A Amazon finalmente mostrou que realmente está decidida em investir no mercado de carros autônomos. A companhia de Jeff Bezos vai pagar 1,2 bilhão de dólares pela aquisição da startup americana Zoox, empresa especializada em tecnologias que permitem que veículos possam funcionar sem o controle humano.

A Amazon ainda não revelou muitos detalhes da negociação. Mas, de acordo com o The Information e o The Financial Times, a compra está fechada. É uma das maiores aquisições da Amazon. O valor só é inferior ao registrado na aquisição da rede de supermercados Whole Foods, por 13,7 bilhões de dólares, em 2017.

Fundada em 2014 e atualmente com cerca de 1 mil funcionários, a companhia já havia aportado 955 milhões de dólares em quatro rodadas de investimento. Entre os investidores estão fundos como Alium Capital, Grok Ventures e Composite Capital Management.

Com tecnologia de direção autônoma bidirecional e que dispensa o uso de volantes físicos nos veículos, a Zoox permite que os veículos possam reverter à direção oposta em que estão seguindo mais rapidamente. O vídeo abaixo, produzido ainda em 2018, mostra mais detalhes sobre o funcionamento dos carros:

A expectativa da Zoox era lançar um taxi robô ainda em 2020. A crise do novo coronavírus, porém, afetou as empresas do setor automotivo e fez com que a startup adiasse os planos para competir contra a Waymo neste segmento. Assim, Jeff Bezos pode incorporar à Amazon um serviço rival para empresas como Uber e Lyft.

Outro plano é impulsionar os próprios negócios da varejista de Seattle incorporando a tecnologia a tecnologia de direção autônoma aos caminhões que realizam o transporte de mercadorias da Amazon. Isso faria com que os veículos rodassem por 24 horas seguidas, algo impossível de ser feito com motoristas humanos.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.