Pop

Paul McCartney homenageia John Lennon no dia em que ex-Beatle completaria 83 anos

Artistas se conheceram durante a adolescência, em Liverpool, e criaram a banda The Beatles ao lado de George Harrison e Stuart Sutcliffe

Paul McCartney: cantor e compositor era amigo de John Lennon e os dois integraram a banda The Beatles (Jim Dyson/Getty Images)

Paul McCartney: cantor e compositor era amigo de John Lennon e os dois integraram a banda The Beatles (Jim Dyson/Getty Images)

Mateus Omena
Mateus Omena

Repórter da Home

Publicado em 9 de outubro de 2023 às 13h20.

Última atualização em 9 de outubro de 2023 às 15h27.

O cantor Paul McCartney, de 81 anos, prestou homenagem ao velho amigo e ex-colega da banda The Beatles, John Lennon, no dia em que o artista completaria 83 anos.

Em uma publicação nas redes sociais, o britânico relembrou os seguidores sobre o aniversário de John. Ele compartilhou uma imagem de um de seus shows, onde uma antiga foto do cantor aparece no telão.

“Comemorando o aniversário do meu amigo e colaborador maravilhoso, John Lennon”, escreveu na legenda.

Paul McCartney e John Lennon são amigos desde a adolescência, em Liverpool, na Inglaterra. Além da admiração, os dois compartilhavam o sonho de se tornarem astros do rock, tanto que McCartney convidou John para integrar a sua banda na época, chamada "The Quarrymen".

Segundo o livro "Paul McCartney — A Biografia", a relação entre os dois garotos também foi marcada pela reprovação dos pais de John, que viam o novo amigo como má influência.

Após muitas insistências, o jovem inglês conseguiu a permissão da família para se juntar à banda de McCartney, que, anos mais tarde, contou com a participação de George Harrison e Stuart Sutcliffe. Assim, em 1960, os quarteto fundou o grupo The Beatles, que rapidamente se tornou um sucesso dos gêneros Rock e Blues e é considerado até hoje como uma das maiores bandas da história da música.

Como John Lennon morreu?

Considerado um dos maiores ídolos do rock, John Lennon morreu em 8 de dezembro de 1980, assassinado por um fã.

O artista chegava em sua casa acompanhado de sua esposa, a artista plástica Yoko Ono, quando foi atingido por quatro disparos nas costas. O crime aconteceu no edifício Dakotta, em Nova York, que ainda é marcado pelo episódio trágico.

John chegou a ser socorrido e levado ao hospital St. Luke’s Roosevelt, mas não resistiu aos ferimentos e foi declarado morto ao chegar na unidade de saúde, perto das 23h. Ele deixou dois filhos, Julian, fruto de seu primeiro casamento com Cynthia Poweel, e Sean, do relacionamento com Yoko Ono.

Acompanhe tudo sobre:The BeatlesMúsicaRockPaul McCartney

Mais de Pop

Marisa Monte anuncia show gratuito em São Paulo

'Febre' dos doramas é a estratégia do CEO do Rakuten Viki para ganhar o mercado brasileiro

Shows de Taylor Swift provocam terremotos na Escócia; entenda

Só Track Boa acontece neste fim de semana; saiba como curtir o festival sem sair de casa

Mais na Exame