A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Coreia do Norte se pronuncia sobre série sul-coreana Round 6

A série é um dos maiores sucessos recentes exibidos pela Netflix

Um site da Coreia do Norte manifestou a visão do país sobre o seriado Round 6 (Squid Game, no nome original), um dos maiores sucessos da Netflix.

A mensagem no site diz que a série retrata como na Coreia do Sul "a corrupção e os canalhas imorais são comuns".

A Coreia do Norte também chamou a retratação da sociedade apresentada na série de "triste realidade da bestial sociedade sul-coreana".

"O público assistiu ao drama de TV que se passa em uma sociedade sul-coreana com grande desigualdade econômica. É a atual sociedade sul-coreana, onde o número de perdedores em uma competição acirrada como empregos, imóveis e ações aumenta dramaticamente", segundo o artigo.

Não é a primeira vez que a Coreia do Norte se manifesta sobre uma obra audiovisual relacionada ao sul. No ano passado, o país elogiou o filme "Parasita", apontado como uma obra-prima que mostra a divisão entre os ricos e os pobres na Coreia do Sul.

No passado, o líder da Coreia do Norte Kim Jong Un chamou a cultura das novelas coreanas de "câncer perverso" e baniu esses conteúdos do país, assim como as músicas de K-Pop no país.

EXAME Flash - Resumo diário de notícias sobre economia e negócios

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também