WeWork vende Meetup, startup que coordenava encontros presenciais

A Meetup concorreu por anos com redes sociais e plataformas de comunicação. Agora, com isolamento social causado pelo coronavírus, precisa se reinventar

A Meetup, startup que nos últimos dois anos atuou como subsidiária da Wecompany, grupo dono da WeWork, acaba de ser vendida. A startup ajudava pessoas a coordenar encontros presenciais, o que tem sido evitado em tempos de isolamento social, mas já enfrentava dificuldades desde antes da pandemia do coronavírus.

Os compradores são a AlleyCorp e outros investidores privados. O valor da transação não foi divulgado, mas o site TechCrunch e a Fortune afirmam que o valor foi muito inferior ao pago pela WeWork na compra da startup em 2017, por 156 milhões de dólares.

O presidente David Siegel irá se manter na liderança e Kevin Ryan, fundador da AlleyCorp, se tornará presidente do conselho. A AlleyCorp, que lidera o grupo comprador, costuma investir em empresas em estágio inicial, como investidor-anjo ou como uma incubadora, embora a Meetup já tenha atingido a maioridade com seus 18 anos.

Redes sociais e isolamento

Fundada em 2002, antes de redes sociais como Facebook e Twitter, a Meetup tem 49 milhões de membros registrados e 230.000 organizadores, que criavam cerca de 15.000 eventos presenciais todos os dias.

A startup também oferecia serviços para empresas, com mais de 1.500 clientes incluindo Adobe, Google, Microsoft Azure, IBM e Twitter. Em 2019, levou a mais de 30 milhões de horas em interações presenciais e cresceu mais de 40%.

Já em 2020, a empresa diz que atualizou suas políticas para permitir encontros online, durante a pandemia do coronavírus.

Nos últimos anos, a Meetup enfrentou a concorrência de outras redes sociais e plataformas de comunicação. Agora, durante o isolamento social, precisa se reinventar enquanto concorre com empresas que já atuam nesse segmento, como Zoom, Teams e outros aplicativos usados para reuniões à distância.

A WeWork comprou a Meetup em 2017, quando a empresa de aluguel de espaços corporativos estava avaliada em 20 bilhões e tinha acabado de receber uma rodada de investimentos de 4,4 bilhões de dólares do grupo japonês SoftBank.

Dois anos depois, após uma tentativa fracassada de IPO da WeWork, a Meetup realizou cortes de custos e demitiu cerca de 25% de sua força de trabalho.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.