Startups se unem para facilitar que apostas online sejam pagas com bitcoin

Parceria entre Bitfy e Bodog possibilita que o usuário não pague IOF na hora de apostar e ainda o beneficia com aposta dobrada

Além de investimento, o bitcoin é uma moeda que pode ser usada para comprar produtos no mundo físico e no ambiente virtual. Diante disso, a Bitfy, carteira sem custódia de bitcoins, e o Bodog, um dos maiores sites de apostas online e de pôquer do mundo, fizeram uma parceria. A partir de agora, apostadores podem realizar depósitos e resgates no Bodog usando bitcoins da carteira Bitfy.

A vantagem é que, além de não haver incidência de imposto sobre operações financeiras (IOF), a aposta é dobrada. Ou seja, se o jogador apostar 100 bitcoins, na verdade, estará apostando 200. “O Bodog já aceitava criptomoedas, mas não havia no Brasil uma carteira multiuso que permitisse fazer as apostas diretamente”, explica Lucas Schoch, presidente da Bitfy.

Ao todo, a Bitfy conta hoje com 20.000 usuários que já transacionaram o equivalente a 5 milhões de reais. “Grande parte dos nossos usuários tem interesse em jogos virtuais, e vimos uma oportunidade de atendê-los”, diz. “Não ganhamos nada com a parceria, a ideia é tornar o processo mais seguro. Somos apenas o meio que facilita o uso do site.”

Schoch explica que, pelo fato de não ser custodiante, as criptomoedas não ficam na Bitfy – diferentemente de corretoras (ou exchanges) do mercado. Então, se houver um ataque de um hacker na Bitfy, ele não conseguirá roubar as criptomoedas dos usuários. Para isso, ele teria de invadir as carteiras de cada um.

Além da possibilidade de fazer apostas, os usuários podem usar o aplicativo para fazer pagamentos em mais de 1,5 milhão de estabelecimentos físicos e lojas virtuais.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.