A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Serviços crescem mais na região de Itaquera

Pesquisa da FIPE mostra que as atividades de Tecnologia da Informação apresentaram, entre 2006 e 2009, crescimento de 21,7% ao ano no bairro paulistano

São Paulo - As oportunidades de novos negócios nas áreas de Tecnologia da Informação (TI) e construção civil estão aumentando significativamente na região de Itaquera, zona leste da cidade. O bairro foi escolhido para a construção do estádio que irá abrir a Copa do Mundo de 2014.

Na região, existem 54 mil micro e pequenas empresas de todos os setores. Elas são responsáveis por 53% dos postos de trabalho e 33% da massa salarial da localidade. De acordo com o estudo da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), em parceria com o Sebrae em São Paulo, entre 2006 e 2009, o setor que mais cresceu foi o de serviços, 6,5% ao ano, seguido pela indústria (3,5%) e comércio (2,6%). O levantamento foi divulgado nesta segunda-feira (7).

Para o pesquisador da Fipe, André Luis Squarize Chagas, os serviços têm grande potencial para crescer no país inteiro. “Nas grandes potências, o setor representa cerca de 70% do PIB (Produto Interno Bruto), enquanto no Brasil este número representa entre 63% e 64%”, comparou. Os números foram apresentados durante o Encontro Sebrae de Negócios – Oportunidades para 2014, na Faculdade Santa Marcelina, em Itaquera. Mais de 400 pessoas participaram do evento, que foi o primeiro de um ciclo de encontros que a entidade preparou para levar informação aos empreendedores.

No setor de serviços, as atividades de TI apresentaram o maior crescimento médio na região: 21,7% ao ano. O segmento também é o que mais concentra oportunidades de negócios por ocasião do mundial de futebol, são 80 das 456 possibilidades de negócios no estado, de acordo com o Estudo Mapa de Oportunidades de Negócios nas cidades-sede da Copa 2014, realizado pela Fundação Getúlio Vargas, sob encomenda do Sebrae.

É a aposta do desenvolvedor de software Adriano Silva. Há três anos ele montou uma microempresa de tecnologia da informação e desenvolvimento de software. Silva trabalha em um escritório dentro de casa, sem funcionários, em Itaquera. “Meus principais clientes ainda estão localizados nas regiões sul e central da cidade. Há algum tempo passei a trabalhar também para empresas daqui”, contou. Pela primeira vez em um evento do Sebrae, ele acredita que a Copa do Mundo está trazendo para Itaquera o que a população mais precisa: as oportunidades. “Agora chegou a nossa vez de poder empreender na nossa região, sem precisar viajar duas ou três horas para conseguir trabalhar. Com estas palestras, o Sebrae está ajudando os empresários daqui a pensarem no futuro”, afirmou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também