A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Empresa dá férias remuneradas para funcionários que não fumam

Membros de uma empresa japonesa de marketing conquistaram o direito após notarem o tempo gasto por colegas que saíam do escritório para fumar.

São Paulo – Alguns funcionários do Japão conquistaram o direito de ter mais férias remuneradas de forma inusitada: eles alegaram que seus colegas fumantes tinham mais horas de descanso (e, portanto, trabalhavam menos) por saírem do local de trabalho para fumar.

Os não-fumantes da Piala Inc., empresa de marketing localizada em Tóquio, ganham ao todo seis dias de férias remuneradas a cada ano por conta do alegado trabalho extra que desempenham em relação aos outros funcionários.

A polêmica começou no início deste ano. De acordo com o The Telegraph, um membro não-fumante da empresa colocou uma mensagem na caixa de sugestões do negócio. No recado, dizia que os intervalos dos fumantes estavam causando problemas.

“Nosso CEO viu o comentário e concordou com ele. Por isso, estamos dando aos não-fumantes um tempo extra para compensar isso”, disse o porta-voz da Piala Inc., Hirotaka Matsushima, ao veículo.

Como era de se esperar, os fumantes não gostaram da notícia. Eles alegam que cada intervalo para fumar um cigarro leva cerca de 15 minutos apenas porque a Piala Inc. se encontra no 29º andar de um edifício – e qualquer um que queira fumar deve descer ao térreo ou subsolo.

Os não-fumantes não demoraram a aproveitar: apenas dois meses após o anúncio do benefício, 30 dos 120 funcionários da empresa de marketing já tiraram dias de folga pelo novo esquema, incluindo o porta-voz Matsushima.

Contando que usou o tempo para viajar com a família, ele afirmou ao The Telegraph que a decisão já incentivou quatro pessoas a pararem de fumar.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também