Contra efeitos do coronavírus, governo adia parcelas do Simples

Diferimento do pagamento de impostos dará um alívio de R$ 22 bilhões para micro e pequenas empresas

O Comitê Gestor do Simples Nacional editou a Resolução 152, em edição extra do Diário Oficial da União, que prorroga o prazo para pagamento dos tributos federais no âmbito do Simples. Os pagamentos de abril, maio e junho estão sendo adiados para outubro, novembro e dezembro, respectivamente.

O adiamento de seis meses no prazo de pagamento é uma das medidas para tentar amenizar os impactos da pandemia do novo coronavírus. O secretário especial da Receita Federal, José Barroso Tostes, afirmou hoje que o diferimento do pagamento dará um alívio de R$ 22 bilhões para micro e pequenas empresas.

Nesta semana, o ministério da Economia já fez outros anúncios de decisões para tentar proteger a economia brasileira de efeitos do coronavírus, como um voucher para trabalhadores informais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.