Como controlar os gastos do seu negócio

Usar ferramentas para tornar os processos mais inteligentes e acompanhar resultados a curto e longo prazo são algumas recomendações do especialista em finanças

Como controlar os gastos da sua empresa
Respondido por 
Hildebrando Camargo, especialista em finanças

Todo empresário tem como foco alcançar um resultado positivo na gestão de sua empresa, afinal isso garante retorno financeiro e a estabilidade do negócio. Contudo, quando a maioria dos empreendedores inicia um negócio, acaba não percebendo a necessidade de ter um planejamento adequado, o que deixa as empresas vulneráveis aos problemas financeiros.

É importante contar com profissionais especializados para a interpretação de demonstrativos, usar ferramentas para tornar os processos mais inteligentes e acompanhar resultados a curto e longo prazo. Afinal, gerir uma empresa financeiramente é estar atento aos resultados de cada medida, para assim identificar e corrigir possíveis erros. Veja mais dicas:

1. Fique atento aos impostos de sua empresa
Converse com o seu contador e regularize todas as pendências sobre o assunto para evitar dores de cabeça futuras. Se tudo estiver em dia, verifique quais mudanças podem ser realizadas em relação à atualização do planejamento tributário, incentivos fiscais e as medidas jurídicas preventivas necessárias para o bom funcionamento da empresa.

2. Planeje compras e serviços
Organizar e planejar as compras evitam emergências e pedidos urgentes, que acabam saindo mais caro pela falta de tempo em pesquisar preços e taxas de serviços. Administrar o estoque evita desperdício e ajuda a programar as próximas compras. O que reflete em maior tempo para pesquisar valores e fornecedores que se adaptem ao caixa.

3. Renegocie suas dívidas
Se existem pagamentos pendentes, a dica é negociar e realizar um plano de pagamento para que o negócio não necessite arcar com o valor total de uma só vez. O importante é tentar encontrar uma forma de conciliar a melhor forma de pagamento das dividas para encaixá-las no orçamento da empresa.

4. Cheque suas tarifas e serviços bancários
Realize, periodicamente, uma visita ao gerente do banco, porque depois de algum tempo da abertura da conta surgem novas cobranças e taxas que podem ser revistas. Antes, faça um levantamento com as tarifas e serviços contratados e pesquise as opções oferecidas por outros bancos, assim você consegue negociar mais precisamente.

5. Prepare-se para imprevistos
É importante manter algum recurso, como uma parte do capital de giro para situações atípicas, dessa forma sua empresa não será pega de surpresa e evitará desconfortos financeiros.

Com os cuidados acima é possível que uma empresa tenha uma economia significativa. É importante realizar também o planejamento correto e elaborar um orçamento que se baseie em relatórios financeiros, que revelem como foi investida ou desperdiçada a receita da empresa, sempre com o objetivo de melhorar e corrigir a trajetória do negócio.

Lembre-se, gerir não significa fazer todo o processo pessoalmente e sozinho. Gerir é ter ao próprio alcance pessoas ou instrumentos que possibilitem entender e interpretar o resultado final das operações, controlando assim os gastos da sua empresa com planejamento e organização.

Hildebrando Camargo é da Moore Stephens Auditores e Consultores.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também