Com apoio de Gerdau e Movida, fundo financia pequenos negócios de impacto

Programa CoVida20 oferece empréstimos para pequenas empresas com taxas reduzidas, carência e prazos alongados

Pequenas empresas que desenvolvem negócios de impacto, modelo que alia o lucro e a responsabilidade socioambiental, contam com uma nova opção financiamento. Idealizado pelos movimentos Sistema B e Capitalismo Consciente, o programa CoVida20 irá oferecer empréstimos a juros menores, com prazos alongados e carência de pagamento a essas companhias. 

A iniciativa conta com o apoio de Gerdau e Movida e está aberta a investidores interessados em ajudar os negócios de impacto, sem abrir mão do retorno financeiro. Desenvolvido em conjunto pela Din4amo Ventures e pela Trê Investindo Com Causa, o fundo adota o conceito de blended finance, que congrega capital de risco e filantrópico para oferecer lucro aos investidores e maior segurança aos doadores. 

"O CoVida20 funciona como um hospital de campanha para pequenos negócios comprometidos com princípios de um capitalismo mais consciente e de uma nova economia”, afirma Dario Neto, diretor geral do Capitalismo Consciente. “As grandes empresas alinhadas com este novo capitalismo têm um papel fundamental para proteger e cuidar desse ecossistema de negócios de impacto”.

Estão programadas até quatro rodadas de financiamentos. A operação será feita por meio da plataforma Mova, de empréstimos diretos, conhecidos como peer-to-peer, sem intermediação bancária. Na primeira rodada, a expectativa é levantar 15 milhões de reais. Poderão pleitear financiamento empresas com até 10 milhões de reais de faturamento anual. Negócios com receita entre 360 mil e 5 milhões de reais por ano terão prioridade. As condições do financiamento são variáveis, com o prazo máximo de 60 meses, carência de até 12 meses e taxa de juros de até 0,5% ao mês. 

Segundo Francine Lemos, diretora executiva do Sistema B Brasil, o propósito da iniciativa vai além da ajuda assistencial. “Nosso foco é fortalecer empresas que já inovam em um modelo de negócios diferente do tradicional”, afirma. “Temos uma grande oportunidade de promover mudanças estruturais e desenvolver um novo sistema econômico, mais inclusivo, igualitário e regenerativo, para as pessoas e para o planeta". 

Além das organizações fundadoras, o programa conta com apoio do Movimento Não Demita. Também foram firmadas parcerias com as entidades Fundação Avina, Inovação em Cidadania Empresarial (ICE), SITAWI Finanças do Bem, Bemtevi e CEBDS, e as empresas Wright Capital e Grupo Gaia.

Interessados em investir ou buscar financiamento devem se cadastrar no site da iniciativa. Os recursos do programa CoVida20 podem ser utilizados em complemento a outros programas governamentais de manutenção de emprego e renda.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.