Cartier busca mulheres empreendedoras

A grife de joias francesa promove concurso para negócios sustentáveis e criativos
Loja da joalheria Cartier, em Londres: prêmios para mulheres empreendedoras (Getty Images/Getty Images)
Loja da joalheria Cartier, em Londres: prêmios para mulheres empreendedoras (Getty Images/Getty Images)
P
Priscila Zuini

Publicado em 14/02/2011 às 12:44.

Última atualização em 28/11/2019 às 16:05.

São Paulo – As mulheres que tiverem projetos socialmente responsáveis podem participar do Cartier Women’s Initiative Award. O prêmio, organizado pela marca francesa, foi criado em 2006.

Podem ser inscritos negócios de vários setores que sejam focados em criatividade e sustentabilidade. A primeira etapa resulta na seleção de 15 finalistas, que são avaliadas também em clareza e no impacto do negócio.

Depois de uma análise do plano de negócios, um júri internacional seleciona cinco mulheres, uma de cada continente, e para receberem os prêmios.

As cinco vencedoras garantem um ano de coaching, 20 mil dólares e participam do Women’s Forum, em Deauville, na França. As inscrições podem ser feitas pelo site do concurso e vão até o dia 15 de março.

No ano passado, uma brasileira foi finalista. Thereza Bukow apresentou o Bolsa Cheia, uma rede de relacionamento com dicas de economia doméstica. Entre os projetos vencedores, empresas de turismo rural na Índia, comida orgânica para bebês e serviços de recibos digitais que economizam papel.