Live icon 

Acompanhe ao vivo:  

Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno Veja agora.

Até os super-heróis precisam de ajuda, empreendedor

Para empreendedores que sempre fizeram tudo sozinhos, não é fácil aceitar que as coisas mudaram
 (Jim Watson/AFP)
(Jim Watson/AFP)
E
Editado por Priscila ZuiniPublicado em 01/10/2014 às 06:00.

Por que ser empreendedor pode significar precisar de ajuda
Respondido por Pamella Gonçalves, especialista em crescimento de empresas

Em seu livro “O Herói de Mil Faces”, Joseph Campbell revela que sempre há um momento em que heróis se sentem despreparados e precisam de um empurrãozinho.

Ao observar grandes empreendedores e suas batalhas diárias para manter e fazer crescer um negócio conseguimos enxergá-los também como heróis e que precisam não só de um momento de ajuda, mas de frequentes auxílios ao longo das trajetórias de crescimento.

Em alguns casos, o empreendedor precisa de um pouco mais de coragem e de autoconfiança para dar um novo passo, porém em outros, ele precisa de uma ajuda maior.

Para aqueles empreendedores que sempre fizeram tudo sozinhos, não costuma ser fácil aceitar que ele já não consegue concentrar tudo em suas mãos. Mas conforme as empresas crescem, cresce também a complexidade da operação e, se o empreendedor não tiver outros líderes para auxiliá-lo no dia-a-dia, ele dificilmente terá tempo para se dedicar à estratégia da empresa, o que, na verdade, deve ser um de seus principais focos.

Por isso, é importante que o empreendedor dedique parte de seu tempo à busca e ao desenvolvimento de talentos, afinal ele só terá a tranquilidade de delegar quando confiar nessas pessoas, acreditando que elas têm competência técnica, lealdade, transparência e valores.

É possível ter indícios dessa afinidade em uma boa conversa, mas a verdadeira confiança precisa ser construída. E o empreendedor precisa saber que isso exige dedicação de sua parte: é importante interagir, acompanhar o progresso, dar feedback e se colocar à disposição para ajudar.

Por isso, é sempre melhor encontrar essas pessoas dentro da própria empresa, já que neste caso a probabilidade de errar é menor. Para aqueles que precisam buscar profissionais de fora da empresa, frequentar grupos de jovens talentos ou redes formadas por executivos com um perfil desejado também é uma boa estratégia.

Com o tempo, isso acaba ficando mais fácil. Gente boa atrai gente boa e o empreendedor passa a contar com a ajuda desses novos líderes para dividir a responsabilidade de buscar talentos para sua empresa.

O importante para ter em mente é que um super-herói também precisa de ajuda. E se ele conseguir selecionar e desenvolver uma boa equipe, por mais que demande parte de seu tempo no início, no futuro ele terá a segurança e o tempo necessários para enfrentar batalhas maiores.

Pamella Gonçalves é diretora de Pesquisa e Mobilização da Endeavor Brasil.