Negócios

Uma visão de IA mais madura deve dar o tom do Web Summit Rio em 2024

A programação oficial do evento começou nesta terça-feira, 16, e segue até quinta, 19, no Riocentro, no Rio de Janeiro

Web Summit Rio: a expectativa da organização é de que mais de 30.000 pessoas circulem diariamente pelo evento (Falconi/Divulgação)

Web Summit Rio: a expectativa da organização é de que mais de 30.000 pessoas circulem diariamente pelo evento (Falconi/Divulgação)

Marcos Bonfim
Marcos Bonfim

Repórter de Negócios

Publicado em 16 de abril de 2024 às 06h09.

Última atualização em 16 de abril de 2024 às 06h11.

Na primeira edição no Rio de Janeiro, no ano passado, o Web Summit foi dominado pela Inteligência Artificial (IA), a pauta que tinha emergido poucos meses antes.

Quase um ano depois, o tema deve voltar a concentrar a agenda do evento de inovação e empreendedorismo que começa oficialmente nesta terça-feira, 16, no Rio de Janeiro.

É a segunda edição brasileira do evento que é feito de palestras sobre temas emergentes como venture capital, novas tecnologias e tendências de comportamento, além de estandes para demonstração das startups mais promissoras do momento há inclusive uma competição entre elas.

Idealizado em Dublin, em 2009, o Web Summit virou uma grife mundial ao deslocar-se para Lisboa, em 2016, e virar ponto de encontro de startups e investidores dos dois lados do Atlântico.

Atualmente, além das edições brasileira e portuguesa, a empresa responsável pelo Web Summit também organiza eventos de inovação e empreendedorismo no Canadá, Hong Kong, Índia e, a partir deste ano, no Catar.

Quer dicas para decolar o seu negócio? Receba informações exclusivas de empreendedorismo diretamente no seu WhatsApp. Participe já do canal EXAME Empreenda

Se na estreia do Web Summit no Brasil a agenda da IA ainda causava uma certa excitação nos participantes, motivados por visões um tanto fantásticas sobre as possibilidades da nova tecnologia, agora, um ano depois, a conversa deve ser mais pé no chão.

A IA segue como como tema central em boa parte das palestras deste ano, mas, agora, ela está na boca de executivos de grandes empresas como IBM, Oracle e Embraer convidados a contar como as empresas que lideram vêm utilizando a tecnologia.

As conversas, portanto, prometem ser cada vez mais pautadas por números que começam a mostrar o potencial de impacto da tecnologia na geração de negócios. E, por que não, no aumento da produtividade e eficiência.

IA generativa é hoje uma pauta transversal, cortando verticais diversas. Até pelo tamanho do mercado potencial, estimado de 1,3 trilhão de dólares até 2032 por estudo da Bloomberg Intelligence.

Nesta edição, o Web Summit percorre por 18 trilhas, passando por novas relações de consumo, criação de conteúdo, negócios do esporte, finanças descentralizadas, impacto social e diversidade e ética.

Mais de 30.000 pessoas irão acompanhar a programação, dividida em três dias de evento. A edição deste ano representa uma alta de 57% no número de participantes em relação a 2022, de acordo com a organização do evento.

Quem estará no Web Summit Rio

Na programação, estarão presentes mais de 1.000 startups, 700 investidores, 200 parceiros e 600 palestrantes.

A edição carioca ainda registra um marco na história do Web Summit: 45% das startups no evento foram fundadas por mulheres, o maior número desde a criação da conferencia de inovação em 2009. O fato, inédito, também posiciona o encontro como a maior da América Latina ao reunir tantas lideranças femininas.

Veja quais são os principais nomes da programação:

  • Jens Nielsen, CEO da Fundação Mundial do Clima
  • Daniel Moczydlower, CEO Embraer-X
  • Marcelo Braga, presidente IBM Brasil
  • Hernán Kazah, fundador da Kaszek
  • Tarciana Medeiros, CEO do Banco do Brasil
  • Luciana Santos, ministra de Ciência, Tecnologia e Inovação
  • Martin Kocher, ministro do Trabalho e Economia do Governo da Áustria
  • Bianca Andrade (Boca Rosa), influenciadora
  • Aline Oliveira Presente, fundadora da Traive
  • Luiza Trajano, presidente da Magazine Luiza
  • Gabriela Comazzetto, líder do TikTok na América Latina
  • Tyler Li, presidente BYD Brasil
  • Fábio Coelho, presidente do Google Brasil
  • Txai Suruí, ativista indígena
  • Gustavo Vitti, CHRO Ifood
  • Kondzilla, produtor musical
  • Gilberto Gil, cantor e compositor
  • João Gomes, cantor
  • Diego Ribas, ex-jogador de futebol profissional e fundador do Podcast 10 e Faixa
  • Luccas Neto, criador de conteúdo
Acompanhe tudo sobre:InovaçãoStartupsgestao-de-negociosWebsummit

Mais de Negócios

Família Ling cria programa de R$ 50 milhões para reconstruir RS com sociedade civil

Na corrida pelo primeiro R$ 1 bi, Sankhya anuncia sexta aquisição e prevê mais duas até o fim do ano

Brazil Summit: encontro em NY reunirá lideranças para debater perspectivas de negócios do país

Planta da JBS em Mato Grosso do Sul será a maior unidade de bovinos da América Latina

Mais na Exame