Telefónica teve queda de 12,6% de receita na América Latina

Resultado tem a ver com o impacto do câmbio de divisas, já que em termos orgânicos o faturamento subiu 7,5%

Madri - A Telefónica teve receita na América Latina de 12,579 bilhões de euros em 2016, 12,6% menos que em 2015, por causa do impacto do câmbio de divisas, já que em termos orgânicos (a taxa de câmbio constante e sem mudanças) o faturamento subiu 7,5%.

O resultado bruto de exploração (Ebitda) foi 20,2% menor, também impactado pelo fator divisas, porque em termos orgânicos subiu 3,9%, informou hoje a companhia à Comissão Nacional da Bolsa de Valores, o regulador da Bolsa de Madri.

O total de clientes chegou a 135,9 milhões em dezembro de 2016 (1% mais que em 2015).

Os investimentos foram 14,6% menores que em 2016, embora 6,5% mais em termos orgânicos, destinadas à instalação e melhoras tanto das redes móveis como fixas.

Essa variação anualizada exclui os 284 milhões de euros pela aquisição de espectro no Peru no terceiro trimestre de 2016 e os 338 milhões de euros em 2015 principalmente pela aquisição de espectro em Argentina, Chile e Equador.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.