Startup Pulses faz censo de diversidade gratuito para empresas

Pesquisa permite que empresas mapeiem diversidade no quadro de funcionários, que respondem em anonimato. Resultado consolidado será divulgado na EXAME

A diversidade e a inclusão dos funcionários estão cada vez mais em pauta nas empresas que olham para o poder da transformação social atrelada aos benefícios econômicos. Uma pesquisa da Russell Reynolds Associates, por exemplo, revelou que 47% das maiores empresas dos Estados Unidos têm atualmente um chefe de diversidade ou equivalente, sendo 63% deles nomeados na função nos últimos três anos.

De olho na tendência, a startup de soluções de clima organizacional Pulses, em parceria com a startup Nohs Somos, disponibiliza gratuitamente, por 30 dias, uma plataforma de pesquisa que permite as empresas mensurar a percepção dos times sobre as políticas e práticas inclusivas, a existência de diversidade no quadro da organização e se há reconhecimento, valorização e respeito entre as pessoas.

Os resultados consolidados serão publicados na revista EXAME ainda este ano, sem divulgar informações confidenciais das empresas, que serão previamente informadas e convidadas a participar da reportagem, aprofundando suas boas práticas.

Ao todo, são 21 perguntas rápidas e visuais divididas em quatro dimensões (diversidade, inclusão, aspectos culturais e representatividade). As respostas coletadas são mostradas em tempo real num dashboard que fica disponível para o gestores dentro da plataforma.

Por meio de filtros, é possível obter um censo e conhecer o panorama da diversidade e inclusão sob a ótica dos grupos minorizados nas empresas. Todos os respondentes têm seu anonimato garantido, já que os dados são confidenciais e o dashboard só apresenta as respostas se houverem mais de 7 pessoas, para que não seja possível nenhum tipo de cruzamento de informações.

“É por meio da diversidade que temos olhares e opiniões diferentes e ricos que ajudam na inovação. Por isso, promover discussões e reflexões a respeito destas pautas é essencial na construção de ambientes de trabalho acolhedores e consideradores. Trazer este tipo de ação para a empresa é ótimo para que gestores possam pensar em práticas para melhorar suas políticas de inclusão”, destaca Michelly Dellecave, CMO da Pulses.

A pesquisa pode ser acessada neste link.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.