Negócios

Sindicato no Canadá diz que alcançou acordo com Fiat

Sindicatos e Fiat Chrysler chegaram a um acordo preliminar no Canadá, impedindo uma greve de mais de 9.000 trabalhadores


	Fábrica da Fiat: membros dos sindicatos agora vão votar a proposta preliminar da empresa no Canadá
 (Germano Luders/Exame)

Fábrica da Fiat: membros dos sindicatos agora vão votar a proposta preliminar da empresa no Canadá (Germano Luders/Exame)

DR

Da Redação

Publicado em 11 de outubro de 2016 às 09h39.

Toronto - A Fiat Chrysler chegou a um acordo preliminar com os trabalhadores sindicalizados no Canadá ao concordar em fazer mais de 400 milhões de dólares canadenses (301 milhões de dólares) em investimentos em operações locais, afirmou o sindicato na noite de segunda-feira.

O acordo foi anunciado poucos minutos antes do prazo limite de meia-noite para uma greve que poderia ter paralisado mais de 9.000 trabalhadores.

"Este tem sido um conjunto muito difícil de negociações", disse Jerry Dias, presidente nacional do sindicato, Unifor.

Membros do sindicato vão votar sobre o acordo em reuniões de ratificação em 16 de outubro. Uma greve ainda é possível se os trabalhadores votarem contra o acordo.

A greve dos trabalhadores canadenses teria interrompido a produção de minivans construídas em Windsor, Ontário, incluindo o novo Chrysler Pacifica, bem como sedans montados em Brampton, a noroeste de Toronto.

Acompanhe tudo sobre:CanadáEmpresasEmpresas italianasFiatMontadorasPaíses ricosSindicatos

Mais de Negócios

Morre Paulo Fernando Fleury, um dos ícones da logística empresarial no país

Franquia de sucesso: como a Domino’s transformou um empréstimo de US$ 900 em um negócio bilionário

Sob nova gestão, iFood prepara investimentos em startups e mira verticais de mercado e de benefícios

Colaboração entre Dell e Microsoft facilita a vida de empresas na gestão do ambiente multicloud

Mais na Exame