Acompanhe:
seloNegócios

Resultados da Galp no 4º trimestre superam estimativas

O lucro da empresa portuguesa de energia aumentou 10% no período

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Gasoduto da portuguesa Galp Energia: a produção de petróleo da Galp, que é feita principalmente no Brasil, saltou 24% no quarto trimestre
 (Mario Proenca/Bloomberg)

Gasoduto da portuguesa Galp Energia: a produção de petróleo da Galp, que é feita principalmente no Brasil, saltou 24% no quarto trimestre (Mario Proenca/Bloomberg)

D
Da Redação

Publicado em 10 de fevereiro de 2014 às, 06h30.

Lisboa - A portuguesa Galp Energia divulgou nesta segunda-feira um aumento melhor que o esperado de 10 por cento no lucro líquido do quarto trimestre, graças a um salto nas margens de refinação e maiores volumes de produção de petróleo e refino.

O lucro líquido ajustado do quarto trimestre foi de 92 milhões de euros (125,3 milhões de dólares), contra 62 milhões de euros de pesquisa da Reuters com analistas.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado cresceu 16 por cento, a 271 milhões de euros, superando a previsão média de 265 milhões de euros. Os resultados são ajustados para refletir mudanças nos estoques de petróleo bruto da empresa.

A Galp disse que sua margem de refinação subiu para 1,70 dólar por barril, ante 0,90 dólar um ano antes, graças a uma nova unidade de produção de diesel em sua refinaria Sines. Para o consolidado do ano passado, no entanto, a margem caiu em cerca de 2 por cento, contribuindo para uma queda de 14 por cento no lucro líquido, a 310 milhões de euros.

A produção de petróleo da Galp, que é feita principalmente no Brasil, saltou 24 por cento no quarto trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior, para 21,9 mil barris de óleo equivalente por dia. A quantidade de óleo processado em suas duas refinarias cresceu quase 14 por cento, para 21,35 milhões de barris.

As vendas de produtos refinados a clientes diretos subiram quase 12 por cento, para 2,6 milhões de toneladas, com a economia de Portugal emergindo de uma longa recessão, enquanto as exportações avançaram 34 por cento, para 1 milhão de toneladas, ajudadas pela nova unidade de diesel.

"A comercialização de derivados de petróleo teve melhor desempenho do que no mesmo período do ano anterior, com o mercado ibérico de produtos petrolíferos recuperado e com a implementação de medidas de otimização de custos", disse a Galp .

Últimas Notícias

Ver mais
Nubank aumenta aposta e aporta US$ 100 milhões na operação do México
Exame IN

Nubank aumenta aposta e aporta US$ 100 milhões na operação do México

Há 12 horas

CVC Capital Partners quer captar US$ 1,33 bilhão em IPO – se o Oriente Médio deixar
Exame IN

CVC Capital Partners quer captar US$ 1,33 bilhão em IPO – se o Oriente Médio deixar

Há um dia

Além de óculos e relógios: Chilli Beans abre o leque e aposta em bebidas e caixas de som
Casual

Além de óculos e relógios: Chilli Beans abre o leque e aposta em bebidas e caixas de som

Há 3 dias

Boa Safra lança oferta de até R$ 400 milhões para financiar crescimento
Exame IN

Boa Safra lança oferta de até R$ 400 milhões para financiar crescimento

Há 5 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais