Negócios

Presidente da Vigor diz que J&F não está interessada em venda

Gilberto Xandó disse que grupos multinacionais demonstraram interesse na Vigor, mas acrescentou que a J&F não tem histórico de vender companhias

Vigor: ele não informou o nome das companhias que procuraram a J&F sobre uma eventual compra da Vigor (Germano Luders/Site Exame)

Vigor: ele não informou o nome das companhias que procuraram a J&F sobre uma eventual compra da Vigor (Germano Luders/Site Exame)

R

Reuters

Publicado em 13 de março de 2017 às 21h25.

Brasília - O presidente da produtora de laticínios Vigor, uma unidade da holding J&F, disse nesta segunda-feira que a companhia não está à venda.

Gilberto Xandó disse que grupos multinacionais demonstraram interesse na Vigor, mas acrescentou: "A J&F não tem histórico de vender companhias, sempre fizemos aquisições. Estamos felizes que há grupos globais interessados em nossas operações."

Falando a jornalistas, Xandó não informou o nome das companhias que procuraram a J&F sobre uma eventual compra da Vigor.

Na semana passada, o jornal Valor Econômico publicou que a gigante de produtos de consumo Pepsico estava interessada em adquirir a empresa brasileira.

A J&F, que também controla a maior processadora de carne bovina do mundo, JBS, e a produtora de celulose Eldorado Brasil, não contratou qualquer assessor para uma possível venda da Vigor, disse Xandó.

Acompanhe tudo sobre:Fusões e AquisiçõesJ&FVigor

Mais de Negócios

Marca de infusões orgânicas cresce com aumento do consumo de chás no Brasil e fatura R$ 6 milhões

Descubra 4 formas de pedir empréstimo e quais são as vantagens e desvantagens de cada uma

Apoio Financeiro no RS: prazo para adesão ao termina nesta sexta-feira; saiba como se inscrever

Com nova fábrica, Gelato Borelli vai triplicar produção e planeja faturar R$ 360 milhões em 2024

Mais na Exame