No Brasil, Scania suspende exportação de caminhões para a Rússia

Subsidiária segue uma decisão da matriz, na Suécia, e desde a semana passada paralisou os embarques de veículos com destino à Rússia
 (Germano Lüders/Exame)
(Germano Lüders/Exame)
Por Luciana LimaPublicado em 02/03/2022 19:21 | Última atualização em 02/03/2022 19:29Tempo de Leitura: 1 min de leitura

A Scania parou de exportar caminhões de sua fábrica em São Bernardo do Campo (SP) para a Rússia. Em um comunicado, a subsidiária brasileira afirmou que está seguindo uma decisão da matriz, na Suécia, em resposta à invasão da Ucrânia por Vladimir Putin.  

Ainda segundo a nota, a exportação de veículos para a Rússia está paralisada desde a semana passada. 

Os valores da Scania referentes à democracia, livre comércio, direitos humanos e respeito pelo indivíduo orientam todas as decisões da empresa.  

Sobre os recentes acontecimentos na Ucrânia e na Rússia, a fabricante sueca informa que está monitorando de perto continuamente e desde a semana passada decidiu interromper as entregas de caminhões e peças de reposição para a Rússia, e as exportações para o país foram afetadas”, declarou a empresa. 

A Scania não divulgou quantos veículos deixarão de ser vendidos para o país nem o impacto da decisão na operação brasileira. 

 

Quer saber tudo sobre a invasão da Ucrânia e como isso impacta o Brasil e você? Leia na EXAME.