Com Linn da Quebrada, Ambev quer mais visibilidade trans no Dia do Orgulho LGBTQIA+

Em campanha com funcionários trans e travestis da companhia, Ambev anuncia benefício de retificação dos nomes sociais dos funcionários
Ambev: Linn da Quebrada, nova consultora de diversidade da companhia, estrela vídeo sobre visibilidade trans (Ambev/Divulgação)
Ambev: Linn da Quebrada, nova consultora de diversidade da companhia, estrela vídeo sobre visibilidade trans (Ambev/Divulgação)
M
Maria Clara DiasPublicado em 28/06/2022 às 18:12.

A fabricante de bebidas Ambev lançou nesta terça-feira, 28, data em que é comemorado o Dia do Orgulho LGBTQIA+, uma campanha com o intuito de trazer mais visibilidade às suas iniciativas de diversidade e inclusão. Em vídeo estrelado pela influenciadora, cantora e ex-BBB Lina Pereira, também conhecida como Linn da Quebrada, a empresa expõe a iniciativa de apoio à retificação de nome social de seus funcionários trans e travestis.

Essa é uma das primeiras ações públicas de diversidade da Ambev desde que Lina assumiu cargo estratégico na empresa. Recentemente, a cantora foi nomeada consultora de Diversidade e Inclusão da companhia, sendo a responsável por programas de internos e pela participação em encontros temáticos com foco em visibilidade dos funcionários LGBTQIA+.

Atualmente, a Ambev conta com 160 colaboradores trans e travestis, e 13 deles participam do vídeo lançado nesta terça e assinado pela agência de marketing Africa. O objetivo da gravação é enfatizar como a mudança oficial do nome pode ser algo transformador e inclusivo na vida da pessoa trans e travesti, que passa a assumir sua própria identidade a partir da mudança.

VEJA TAMBÉM

Dia do Orgulho LGBTQIA+: empresas miram diversidade e realizam ações

“Sabemos que ainda há muito a ser feito, mas estamos muito felizes com os passos que já estamos dando. Se queremos uma sociedade que respeite as pessoas em toda a sua individualidade, a transformação precisa começar em cada um de nós", diz Michele Salles, diretora de diversidade e inclusão da Ambev. "Pessoas trans e travestis devem ser respeitadas, e a retificação do nome é um dos primeiros passos para que elas se sintam incluídas na sociedade”.

Recentemente, a companhia anunciou que está fazendo, de forma gratuita e com todo suporte burocrático necessário, a retificação civil dos nomes de todos os colaboradores trans e travestis que desejarem. O projeto foi batizado de “Me chame pelo meu nome (e pronome também!)".

Além disso, a companhia também doou recursos para a Casa Neon Cunha, ONG que apoia pessoas LGBTQIAP+ em situações de vulnerabilidade, para que outras pessoas trans também possam fazer a retificação.

Veja o vídeo abaixo:

A diversidade na Ambev

Desde 2016, a companhia firmou um compromisso público com o respeito à diversidade e apoio à comunidade LGBTQIA+. Uma das inciativias é o TForma, curso promovido pela Academia da Cerveja em parceria com a Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM) e o Instituto Ceres, que vai formar pessoas trans para trabalhar no mercado de serviço de bares.

A empresa também é apoiadora do projeto Brewing Love, que vai destinar o lucro obtido com a venda de cervejas especiais feitas exclusivamente para apoiar o movimento, para a mentoria a empreendedores trans e travestis, e da Feira de Empregabilidade de Pessoas Trans e à Marcha Trans a partir da marca de bebidas Beats.

A Beats, por sua vez, criou o Palco Beats, que irá bancar o cachê de artistas trans e travestis maiores de 25 anos selecionados em palcos de diferentes casas de shows espalhadas pelo Brasil.