A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Lego desbanca Mattel e se torna número 1 em brinquedos

Vendas da companhia dinamarquesa cresceram 11% no primeiro semestre do ano e somaram US$ 2,03 bilhões

São Paulo - A Lego desbancou a Mattel no primeiro semestre do ano em vendas e se tornou a número um do setor de brinquedos no mundo.

Nos seis primeiros meses do ano, a companhia dinamarquesa somou receita de 2,03 bilhões de dólares - montante 11% maior na comparação com o mesmo período de 2013. Já as vendas da Mattel somaram 2,01 bilhões de dólares no mesmo período.

Em entrevista ao Financial Times, John Goodwin, diretor financeiro da Lego, afirmou que nao foi uma meta proposta pela empresa se tornar número um.

"Nós realmente não prestamos atenção nisso, mas a empresa está fortalecida", disse o executivo ao jornal.

No Brasil, a Lego já sinalizou que o ritmo de crescimento deve continuar alto por aqui. Em 2012, as vendas da LEGO no país cresceram 50%. Em 2013, 61%.

As vendas da companhia foram favorecidas principalmente pelas linhas Chima, Friends e City, além do filme “Uma Aventura LEGO”, lançado em fevereiro deste ano.

Nos três primeiros dias de exibição nos Estados Unidos, o filme da empresa arrecadou cerca de 70 milhões de dólares. O valor é maior que o investido para a produção da animação - 60 milhões de dólares.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também