Negócios

J&J tem lucro acima do esperado, reporta US$100 mi em vendas de vacinas

A empresa, que já havia dito que a vacina estará disponível sem fins lucrativos até o fim da pandemia, também estreitou a faixa estimativa para o seu lucro ajustado em 2021

Johnson & Johnson: a empresa teve lucro de 2,59 dólares por ação, superando as estimativas dos analistas de 2,34 dólares por ação (Budrul Chukrut/Reuters)

Johnson & Johnson: a empresa teve lucro de 2,59 dólares por ação, superando as estimativas dos analistas de 2,34 dólares por ação (Budrul Chukrut/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 20 de abril de 2021 às 12h43.

Última atualização em 22 de abril de 2021 às 08h40.

A Johnson & Johnson divulgou nesta terça-feira receita e lucro trimestrais acima das expectativas e elevou o pagamento de dividendos aos acionistas. Também reportou 100 milhões de dólares em vendas para sua vacina contra a covid-19, que teve o uso suspenso por reguladores dos EUA na semana passada.

Quais são as tendências entre as maiores empresas do Brasil e do mundo? Assine a EXAME e saiba mais.

A empresa, que já havia dito que a vacina estará disponível sem fins lucrativos até o fim da pandemia, também estreitou a faixa estimativa para o seu lucro ajustado em 2021.

Agências federais de saúde dos Estados Unidos recomendaram na semana passada uma pausa na aplicação da vacina contra Covid-19 da Johnson & Johnson depois de seis pessoas que a receberam desenvolverem um distúrbio raro envolvendo coágulos sanguíneos.

A empresa agora espera um lucro ajustado para o ano inteiro de 9,42 a 9,57 dólares por ação, em comparação com sua previsão anterior de 9,40 a 9,60 dólares por ação, após vendas em seus negócios farmacêuticos ajudarem a impulsionar o resultado.

Excluindo itens extraordinários, a empresa teve lucro de 2,59 dólares por ação, superando as estimativas dos analistas de 2,34 dólares por ação, de acordo com dados IBES da Refinitiv.

As vendas do medicamento contra o câncer Darzalex aumentaram 45,7%, para 1,37 bilhão de dólares, e as vendas do Stelara, um tratamento para a doença de Crohn e psoríase, subiram cerca de 18%, para 2,15 bilhões de dólares.

O lucro líquido aumentou quase 7%, para 6,20 bilhões de dólares, ou 2,32 dólares por ação.

As vendas cresceram 7,9%, para 22,32 bilhões de dólares, superando as estimativas de 21,98 bilhões de dólares.

A empresa também declarou um aumento em seu dividendo trimestral para 1,06 dólar por ação, ante 1,01 dólar por ação.

Acompanhe tudo sobre:BalançosEXAME-no-InstagramIndústria farmacêuticaJohnson & Johnsonvacina contra coronavírus

Mais de Negócios

Com solução para quem enfrenta o câncer, a Oncoclínicas&Co é eleita uma das Melhores do ESG

Startup do Paraná que ajuda call center a ligar para você compra empresa e mira R$ 100 milhões

Eles voltaram: depois de Floripa e POA, patinetes desembarcam no Rio e irão chegar a São Paulo

O bilionário de 80 anos que ficou US$ 40 bilhões mais rico num ano – e US$ 2,8 bi mais rico em 24h

Mais na Exame