Negócios

Jequiti obtém faturamento de 360 milhões de reais em 2010

Resultados vieram em linha com as expectativas anunciadas pela empresa

Jequiti: a expectativa da empresa é faturar 500 milhões de reais em 2011 (Jequiti/Divulgação)

Jequiti: a expectativa da empresa é faturar 500 milhões de reais em 2011 (Jequiti/Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 2 de março de 2011 às 17h19.

São Paulo - A unidade de cosméticos do Grupo Silvio Santos fechou 2010 com faturamento de 360 milhões de reais, um crescimento de 88% sobre 2009. A empresa encerrou 2010 com mais de 160 mil consultoras e espera fechar 2011 com um pouco mais de 200 mil. Os números estão em linha com o que era esperado pela empresa.

Nesse ano deve começar a ser contruída a fábrica da marca, prevista para entrar em funcionamento em 2013. Além disso, a a unidade de cosméticos do Grupo Silvio Santos deve  abrir mais dois centros de distribuição, um em Goiás para atender o Centro-Oeste e Norte do Brasil, e o outro em Alagoas  para atender o Nordeste. O atual centro de distribuição da Jequiti está localizado em São Paulo e tem capacidade para 15 mil pedidos por dia.

Para 2011, a expectativa é chegar aos 500 milhões de reais, 40% acima do volume de vendas do ano passado. Em termos de investimento, haverá um incremento de 35%. A área de inovação, pesquisa e desenvolvimento deverá receber mais de 15 milhões de reais em investimentos. Os recursos virão do próprio Grupo Silvio Santos e do mercado.

A empresa conta, atualmente, com 400 gerentes de vendas distribuídos em dezoito regionais pelo país, trabalhando com quase 161 mil consultoras de vendas e mais de 900 produtos entre cosméticos e não-cosméticos.
 

Acompanhe tudo sobre:CosméticosEmpresasGrupo Silvio SantosLucro

Mais de Negócios

11 franquias baratas para trabalhar sem funcionários a partir de R$ 2.850

Inteligência Artificial no Brasil: inovação, potencial e aplicações reais das novas tecnologias

Mundo sem cookies: as big techs estão se adequando a uma publicidade online com mais privacidade

Ligadona em você: veja o que aconteceu com a Arapuã, tradicional loja dos anos 1990

Mais na Exame