JBS Foods deve usar recursos de IPO para expansão e dívidas

Pedido para oferta inicial de ações da JBS Foods foi feito no dia 20 de maio, em emissão que tem potencial para movimentar 5 bilhões de reais

São Paulo - A JBS Foods, divisão de alimentos processados da maior processadora de carnes do mundo, a JBS, deverá usar os recursos de uma eventual oferta inicial de ações (IPO) na expansão de suas atividades, investimentos e no pagamento e amortização de dívidas, informou a companhia em prospecto preliminar divulgado terça-feira.

A empresa enfatizou que os recursos serão utilizados, em linha com sua estratégia de crescimento, "para a aquisição de participação em sociedades e/ou alocação ou arrendamentos de instalações como granjas, abatedouros, unidades fabris de produtos processados e elaborados e centros de distribuição".

Disse ainda que utilizará o dinheiro para o pagamento e/ou amortização de dívidas da companhia e/ou de suas controladas.

O pedido para oferta inicial de ações da JBS Foods, o primeiro de uma empresa brasileira em 2014, foi feito no dia 20 de maio, em emissão que tem potencial para movimentar 5 bilhões de reais, disse uma fonte à Reuters.

O prospecto preliminar não traz informações sobre a expectativa de intervalo de preços das ações e o cronograma.

A empresa também não informou no documento o percentual da oferta que destinaria para investimentos ou pagamento/amortização de dívidas.

O prospecto preliminar foi divulgado no mesmo dia em que a Pilgrim's Pride, divisão da JBS nos Estados Unidos para aves, elevou sua oferta pela Hillshire Brands, escalando uma guerra de ofertas com a Tyson Foods pela fabricante das salsichas Jimmy Dean. A Pilgrim's Pride disse que sua oferta avalia a Hillshire em 7,7 bilhões de dólares, incluindo dívida.

O presidente da JBS, Wesley Batista, disse recentemente que a companhia vai monitorar o mercado para decidir se leva adianta a oferta pública inicial de ações da JBS Foods.

A JBS Foods, mais nova unidade de negócios do grupo, criada após a compra da Seara junto à Marfrig, em junho do ano passado, tem marcas como Fiesta, Doriana, Rezende, LeBon e Frangosul, além da própria Seara.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.