Negócios

Investimentos pesados afetam resultado trimestral da Amazon

Companhia divulgou um prejuízo maior do que o esperado no segundo trimestre


	Logo do aplicativo de música da Amazon em um iPhone 5, da Apple
 (David Paul Morris/Bloomberg/Bloomberg)

Logo do aplicativo de música da Amazon em um iPhone 5, da Apple (David Paul Morris/Bloomberg/Bloomberg)

DR

Da Redação

Publicado em 24 de julho de 2014 às 20h42.

San Francisco - A Amazon.com divulgou um prejuízo maior do que o esperado no segundo trimestre enquanto continua seu ritmo acelerado de investimentos em novos negócios como conteúdo digital e eletrônicos.

O preço da ação da Amazon caiu 10 por cento até o momento em 2014, com investidores desconfiados da aposta em seu crescimento de longo prazo em troca de pouco ou nenhum lucro.

Nesta quinta-feira, as ações caíram outros 10 por cento na negociação no after market, depois que a maior varejista dos EUA divulgou um prejuízo de 0,27 dólar por ação, quase o dobro da média das estimativas de Wall Street, de 0,15 dólar.

A companhia também projetou um prejuízo operacional de cerca de 810 milhões de dólares a 410 milhões de dólares para o terceiro trimestre encerrado em setembro, um forte aumento diante de resultado negativo de 25 milhões de dólares um ano antes.

A Amazon está investindo pesado em novos negócios e produtos de hardware, enquanto se prepara para alcançar concorrentes de tecnologia da Apple e Google à Netflix .

A companhia está gastando mais de 100 milhões de dólares em conteúdo original de video no terceiro trimestre, um aumento substancial comparado ao ano passado e ao segundo trimestre, disse Szkutak.

A Amazon divulgou um prejuízo de 126 milhões de dólares, ou 0,27 dólar por ação no segundo trimestre, ante um prejuízo de 7 milhões de dólares, ou 0,02 dólar, um ano antes.

As despesas operacionais aumentaram 24 por cento, a 19,36 bilhões de dólares. A receita subiu 23 por cento, para 19,34 bilhões, em linha com a previsão média de Wall Street, de 19,3 bilhões de dólares, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

Acompanhe tudo sobre:AmazonBalançosComércioEmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetgestao-de-negociosInvestimentos de empresaslojas-onlineLucroResultado

Mais de Negócios

Na febre das corridas de ruas, ele faz R$ 4,5 milhões com corridas em shoppings e até em aeroportos

Metodologia: como o ranking Negócios em Expansão classifica as empresas vencedoras

Cacau Show, Chilli Beans e mais: 10 franquias no modelo de contêiner a partir de R$ 30 mil

Sentimentos em dados: como a IA pode ajudar a entender e atender clientes?

Mais na Exame