Com gasolina mais cara, motoristas abandonam o carro. Veja como economizar

Pesquisa indica que maior parte dos entrevistados preferiu caminhar a pé ou investir na compra de uma moto
Mudanças: motoristas têm trocado o carro por caminhadas para economizar com a alta dos combustíveis (Fabio Teixeira/Anadolu Agency via/Getty Images)
Mudanças: motoristas têm trocado o carro por caminhadas para economizar com a alta dos combustíveis (Fabio Teixeira/Anadolu Agency via/Getty Images)
G
Gabriel Aguiar

Publicado em 24/09/2021 às 19:22.

Última atualização em 27/09/2021 às 10:35.

Com a gasolina até 30% mais cara desde o começo do ano, os motoristas têm trocado o carro por outras formas de locomoção — segundo o Webmotors Autoinsights, hub de pesquisas de mercado automotivo. Prova disso é que 31% dos 3.868 entrevistados confirmaram mudanças na rotina por conta dos preços e, na maior parte dos casos (22%), decidiram andar mais a pé para economizar.

Para quem prefere estar motorizado, o estudo indica que 21% dos participantes preferiram investir em uma moto na tentativa de reduzir os custos de locomoção. E para quem já tem uma moto na garagem? Neste caso, os proprietários decidiram escolher transportes alternativos como bicicletas (33%) e carros por aplicativos (29%). No estudo, não foram citados os transportes coletivos.

Mudanças de hábitos além do transporte

Essa pesquisa também abordou a frequência com a qual os motoristas e pilotos costumam frequentar o posto de combustível — que, na maioria dos casos, acontece uma vez por semana — e descobriu que 74% dos entrevistados costumam, de alguma forma, avaliar a qualidade antes do abastecimento. Quando se trata do bolso, mais da metade (52%) admite fazer cálculos antes de escolher.

Com preferência de 64% dos motociclistas e 43% dos motoristas de carros, a gasolina comum é a opção mais escolhida para 44% dos veículos em geral. De acordo com o Webmotors Autoinsights, cerca de 39% desse público acredita que o combustível oferece melhor rendimento quando comparado a outros tipos de combustível, como etanol, por exemplo, que só conquistou 22% dos motoristas.

Como reduzir o consumo de combustível

Existem algumas dicas que ajudam os consumidores a economizar — sem exigir qualquer conhecimento técnico. Se uma parte dos cuidados diz respeito ao próprio veículo, como manter a manutenção em dia e manter a pressão correta dos pneus, também há comportamentos que influenciam o consumo, como antecipar frenagens, evitar pesos desnecessários e cuidar do ar-condicionado.