EUA lançam plano de benefícios para atrair investidores

O plano faz parte de uma regulação proposta hoje pelo Serviço de Cidadania e Imigração (USCIS, na sigla em inglês)

Washington - O governo dos Estados Unidos lançou nesta sexta-feira um plano de benefícios migratórios para atrair investidores internacionais cujas empresas de novas tecnologias tenham o potencial de crescer rapidamente e criar emprego.

O plano faz parte de uma regulação proposta hoje pelo Serviço de Cidadania e Imigração (USCIS, na sigla em inglês), um braço do Executivo com capacidade de permitir a residência nos EUA de investidores estrangeiros por um período determinado de tempo.

Sob esta regulação, o governo americano poderá outorgar a residência permanente aos estrangeiros que tenham interesse em adquirir pelo menos 15% de uma empresa emergente americana de novas tecnologias e que, além disso, possam ter um papel "ativo e central" em suas operações.

Segundo a regulação, os empresários devem escolher uma empresa emergente que tenha sido fundada nos EUA nos últimos três anos.

Além disso, a norma do USCIS exige que as empresas emergentes tenham um "potencial considerável e demonstrado" para o rápido crescimento do negócio e a criação de emprego.

Nesse sentido, os investidores devem demonstrar que suas companhias conseguiram um investimento de capital de pelo menos US$ 345 mil dólares e que uma agência federal, estatal ou local outorgou a sua empresa prêmio ou subvenção no valor de pelo menos US$ 100 mil.

Em comunicado, o USCIS informou que as companhias devem satisfazer um ou ambos critérios.

Em virtude da nova legislação, os empresários podem conseguir uma permissão de residência de dois anos e depois têm a possibilidade de pedir uma prorrogação de três anos adicionais, se puderem demonstrar que a empresa continua captando capital, produzindo receita e criando emprego.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.