Embraer e Boeing ainda não definiram estrutura da combinação de negócios

Conversas consideram uma possível segregação das atividades de aviação comercial da Embraer para fins da combinação de negócios, entre outras opções

São Paulo – A Embraer reafirma, sobre as negociações com a Boeing, que até o momento não há definição acerca da estrutura da combinação de negócios entre as companhias, incluindo os porcentuais que as partes eventualmente possuirão caso venha a ser implementada.

A empresa afirma, em comunicado, que as conversas consideram uma possível segregação das atividades de aviação comercial da Embraer para fins da combinação de negócios, entre outras opções.

“A Embraer e a Boeing têm mantido entendimentos com vistas a avaliar possibilidades para combinação de negócios. Além das duas empresas, o governo brasileiro também participa de tais conversas por intermédio do grupo de trabalho formado para este fim”, ressalta.

A empresa brasileira reitera que não há garantia de que o negócios venha a se concretizar. “Quando e se definida a estrutura para combinação de negócios, sua eventual implementação estará sujeita à aprovação não somente do governo brasileiro, mas também dos órgãos reguladores nacionais e internacionais e dos órgãos societários das duas companhias”, lembra.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.