CSN vai aumentar em 18% as vendas de minério de ferro em 2011

Volume do mineral vendido no ano deve atingir 30 milhões de toneladas, ante 25,3 milhões em 2010
 (EXAME.com)
(EXAME.com)
D
Daniela BarbosaPublicado em 29/03/2011 às 14:23.

São Paulo - A CSN estima aumentar em 18% as vendas de minério de ferro neste ano. O volume comercializado deve atingir 30 milhões de toneladas. Em 2010, as vendas de minério de ferro da siderúrgica atingiram 25,3 milhões de toneladas, volume recorde registrado pela companhia.

Segundo Paulo Penido, nem mesmo as fortes chuvas no começo do ano devem atrapalhar o desempenho da CSN. “Estamos otimistas com o mercado de mineração e os preços do minério de ferro devem ser bem satisfatórios também”, disse o executivo, nesta terça-feira (29/3), em teleconferência com analistas de mercado.

A CSN é dona da Casa de Pedra, uma das mais importantes jazidas de minério de ferro do Brasil. A mina tem reservas de 3,5 bilhões de toneladas de ferro, segundo a companhia. A siderúrgica também divide o controle de outra mineradora com um consócio liderado pela japonesa Itochu – a Namisa. Nesta empresa, a CSN detém 60% do capital, e o consórcio, os 40% restantes.

Em 2010, o segmento de mineração da CSN respondeu por 24,4% do faturamento total da companhia, que atingiu o montante de 2,5 bilhões de reais no período. “Neste ano, podemos esperar resultados muito melhores na comparação com o ano passado”, disse Penido.

Diversificação

A CSN planeja também aumentar o segmento de aços zincados. De acordo com Penido, neste ano, os produtos revestidos devem compor de 45% a 50% do portfólio dos produtos siderúrgicos da CSN. “Trata-se de um segmento que traz um prêmio maior para a companhia”, afirmou.

No ano passado, a CSN registrou lucro de 2,516 bilhões de reais. O valor é 4% menor na comparação com 2009, quando a siderúrgica somou ganhos de 2,615 bilhões de reais. De acordo com balanço divulgado pela companhia, o resultado inferior é reflexo do aumento das despesas operacionais e financeiras da companhia.

Já a receita líquida da siderúrgica foi recorde, atingindo 14,5 bilhões de reais, em 2010. O montante é 32% maior na comparação com o ano retrasado. No quarto trimestre do ano, a receita cresceu 13% na comparação com o mesmo período do ano passado, somando 3,44 bilhões de reais.