COP26: Países sem carvão e estados brasileiros na corrida ambiental

A quinta-feira é marcada por debates sobre energia verde, representantes locais do governo brasileiro e anúncio da JBS para a redução do metano; veja o resumo de hoje na COP26
 (Agência/Getty Images)
(Agência/Getty Images)
M
Marina Filippe

Publicado em 04/11/2021 às 17:04.

Última atualização em 05/11/2021 às 12:28.

Nos paineis acompanhados pela EXAME, os líderes globais anunciaram ações de diminuição do uso do carvão como fonte de energia, com planos de investimentos, considerando também justiça climática. Alok Sharma, presidente da COP26, chegou a dizer que "o fim da era do carvão está à vista". 

Na frente brasileira, os governadores marcam presença com o lançamento do Consórcio Brasil Verde, que até o momento é asssinado por 22 estados. A iniciativa busca dar autonomia para os governos, de modo a receber recursos do exterior para a Amazônia, se deslocando das ações federais.

Já entre as iniciativas das empresas brasileiras está a JBS, que em parceria com a DSM, anunciou o Bovaer, um suplemento nutricional desenvolvido pela DSM que promete reduzir em 90% as emissões entéricas de metano (também conhecidas como arroto) dos bois.

Assista ao resumo do dia:

Exame na COP

A Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática (UNFCCC) é um tratado internacional com o objetivo de estabilizar as concentrações de gases de efeito estufa na atmosfera.

Uma das principais tarefas da COP é revisar as comunicações nacionais e os inventários de emissões apresentados por todos os países membros e, com base nessas informações, avaliar os progressos feitos e as medidas a serem tomadas.

Para além disto, líderes empresariais, sociedade civil e mais, se unem para discutir suas participações no tema. Neste cenário, a EXAME atua como parceira oficial da Rede Brasil do Pacto Global, da Organização das Nações Unidas.