Converse fatura em 3 meses o que custou a Nike há 10 anos

Criadora do All-Star registrou receita de 360 milhões de dólares entre setembro e novembro

São Paulo - Criadora dos tênis All-Star, a Converse anunciou receita de 360 milhões de dólares entre setembro e novembro de 2013. A quantia representa um aumento de 14% em relação ao mesmo período do ano passado. E é 55 milhões de dólares maior do que o valor pago pela Nike quando fez a aquisição da companhia, 10 anos atrás.

A boa performance na América do Norte, Reino Unido e China justifica o resultado da Converse. De maio a novembro, a companhia já faturou cerca de 854 milhões de dólares - 16% a mais do que em 2012.

Ainda que apresente números sólidos, a Converse responde hoje por apenas 5,6% do faturamento total da Nike. "Nossos bons resultados mostram porque a Nike lidera a indústria", afirma Mark Parker, presidente da companhia, em informe sobre os resultados.

Nike

Entre setembro e novembro, a Nike registrou lucro líquido de 537 milhões de dólares - 3% a mais do que no mesmo período de 2012.

Com receita de 6,4 bilhões de dólares, a companhia viu seu faturamento crescer 8%. Entretanto, as despesas administrativas subiram 14% na comparação com o ano passado - ultrapassando a marca dos 2 bilhões de dólares.

No acumulado entre maio e novembro de 2013, a Nike obteve lucro líquido de 1,3 bilhão de dólares, receita de 13,4 bilhões de dólares e despesas administrativas na casa dos 4 bilhões de dólares.

Entre os planos da Nike para o Brasil, está a meta de dobrar de tamanho no país até 2018. Porém, a companhia americana terá de enfrentar a concorrência dos alemães da Adidas para isso.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.