Com impacto da covid-19, Latam Airlines vai dispensar 1.400 funcionários

A maior companhia aérea da América Latina confirmou as demissões e disse que o número representa cerca de 3% da força de trabalho da empresa

A Latam Airlines, maior companhia aérea da América Latina, informou nesta sexta-feira que demitirá 1.400 funcionários, marcando o primeira movimento de uma grande companhia aérea da região nesse sentido por causa da crise do coronavírus.

A Latam confirmou as demissões, representando cerca de 3% da força de trabalho da empresa, depois que a Reuters reportou um vídeo interno enviado aos funcionários.

“Infelizmente, concluímos que não temos outra opção a não ser reduzir o tamanho da empresa”, disse o presidente da Latam, Roberto Alvo, no vídeo.

A Azul tem 78% de seus funcionários em licença não remunerada. A Gol e a Avianca têm cerca de metade de seus funcionários em licença não remunerada.

A Latam já havia cortado pela metade os salários de seus 43 mil funcionários.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.