Acompanhe:
seloNegócios

Com a meta de aumentar a expectativa de vida de cães e gatos, ele criou um negócio de R$ 89 milhões

Negócio criado em 2013 passou por reformulação em 2018. Desde então, praticamente dobra de tamanho todo ano; empresa apareceu no ranking EXAME Negócios em Expansão

Modo escuro

Continua após a publicidade
Pedro Svacina, da Plamev Pet: empresa quer ser o plano de saúde de 80.000 animais de estimação até o ano que vem (Plamev Pet/Divulgação)

Pedro Svacina, da Plamev Pet: empresa quer ser o plano de saúde de 80.000 animais de estimação até o ano que vem (Plamev Pet/Divulgação)

O empresário carioca Pedro Svacina tem quatro filhos, como diz: “dois humanos e dois animais de estimação”. A paixão pelos pets sempre existiu, mesmo quando ele não trabalhava com isso e era executivo em grandes empresas de telefonia, como Claro e Tim. 

Quer participar do ranking Negócios em Expansão em 2024? Compartilhe seus contatos e seja avisado quando as inscrições estiverem abertas!

Em 2018, em um movimento de carreira, Svacina sai dessas grandes companhias para investir em um negócio próprio. É a Plamev Pet, uma empresa de planos de saúde para animais de estimação que cresceu oito vezes entre 2019 e 2022 e quer faturar 40 milhões de reais neste ano. 

“O Brasil tem mais animais de estimação do que crianças”, diz Svacina. “É um oceano azul, uma grande oportunidade de negócio que conheci quando era vice-presidente da Claro”. 

A Plamev, em si, já existia desde 2013, como um pequeno negócio tocado por um grupo de veterinários de Aracajú. Svacina comprou a operação em 2018, quando o plano de saúde da empresa atendia 900 animais de estimação. Agora, são 30.000 cachorros e gatos.

“A missão da empresa é aumentar em três anos a vida do pet”, afirma o empresário. “Fazemos isso com duas frentes: prevenção e ampliando a consciência de saúde”.

Agora, a Plamev dá um novo passo em seu projeto de expansão: acaba de abrir seu capital a partir da BEE4, um ambiente de negociação de ações de empresas com faturamento anual entre 10 milhões e 300 milhões de reais. Por lá, ofereceram 8,06% das ações da empresa por 7,99 milhões de reais. Até agora, já levantaram 6,2 milhões de reais. 

Com esse valor, a Plamev vai investir em entrar em novos mercados e ampliar a força da marca para que se torne a maior empresa de plano de saúde para pets do Brasil. A meta da empresa é atender 80.000 animais de estimação até o final do ano que vem, dobrando o faturamento anualmente.

O crescimento da empresa foi atestado no ranking EXAME Negócios em Expansão 2023. A marca ficou na 43ª posição na categoria 5 milhões a 30 milhões de reais, quando considerada a receita líquida. 

Como a Plamev Pet quer aumentar a expectativa de vida dos pets

O principal objetivo da Plamev Pet é mudar a cultura de tratamento de saúde para animais de estimação no Brasil. Eles querem popularizar o uso de planos de saúde para os pets, e com isso, acelerar a medicina veterinária de prevenção.

“Ainda não temos cultura de fazer holograma e raio X em pets”, diz Svacina. “Se começarmos a fazer isso, podemos identificar um câncer no animal em estágio inicial, tirar rapidamente e fazer o pet viver mais anos. A Plamev quer oferecer isso com preços mais acessíveis”. 

Os planos da Plamev vão de 39,99 reais a 359,99 reais por mês, a depender dos serviços contratados. Além de uma rede de veterinárias credenciadas, também trabalham no modelo de reembolso. Não há coparticipação. 

Além dos planos, a empresa tem um aplicativo gratuito que dá informações de saúde para os animais de estimação. Por lá, é possível cadastrar os pets e acompanhar calendário de vacinas, ler e-books gratuitos de prevenção e adicionar as consultas que o bichinho já fez.

Como foi o IPO da Plamev Pet

A abertura de capital da Plamev Pet aconteceu em uma modalidade que ainda é nova no Brasil. Ela não está listada na Bolsa de Valores, mas na BEE4, um mercado regulado pela CVM de negociação de ações. Por lá, são negociadas empresas em estágios mais iniciais de operação, com faturamento entre 10 milhões e 300 milhões de reais. 

A empresa colocou à venda 8,06% de suas ações por um valor de captação de 6,4 milhões de reais. Depois, atualizou o preço de captação inicial para 7,99 milhões de reais, a partir de uma lei validada pela CVM que permite revisão do IPO em 25%. Até agora, já captou 6,2 milhões de reais. 

Apesar de não entrar na Bolsa, a Plamev vai se comportar como qualquer outra empresa de capital aberto: terá site de relação com investidores, balanços trimestrais e comunicados e fatos relevantes. 

“É um modelo de crowdfunding regulado pela CVM”, diz Svacina. “A diferença da Bolsa é que, em vez de comprar e vender todos os dias, os leilões acontecem todas às quartas-feiras”. 

Com essa porcentagem, a empresa foi avaliada em 89,7 milhões de reais.

No que será usado o dinheiro

Todo o valor captado pelo IPO será revestido na empresa. Veja em que proporção: 

  • Expansão comercial (45%): expansão do time, ampliação dos canais de venda e aperfeiçoamento do marketing digital
  • Inteligência e Gestão (25%): time executivo, inteligência de dados e aperfeiçoamento técnico
  • Inovação (30%): times e serviços de tecnologia, softwares e transformação digital

Quais os planos da Plamev Pet

Atualmente, a Plamev tem 150 funcionários e atua com clínicas credenciadas em todo nordeste brasileiro e em Minas Gerais. Para o ano que vem, querem entrar em Brasília, Goiás, Rio de Janeiro, Espírito Santo e região Sul. Em São Paulo, a expectativa é 2025. Hoje, já estão em todos os Estados pela modalidade de reembolso. 

“Na Plamev, quem escolhe a clínica é o cliente, o importante é cuidar mais e melhor do peludinho”, diz Svacina.

Até o final do ano que vem, querem atender 80.000 pets. 

Empresa faz parte do ranking Negócios em Expansão

A Plamev Pet foi uma das vencedoras do ranking EXAME Negócios em Expansão 2023, levantamento da EXAME e do BTG Pactual (do mesmo grupo de controle da EXAME) com suporte técnico da PwC Brasil.

A empresa ficou na 43ª colocação na categoria de 5 milhões a 30 milhões de reais, com um crescimento de receita líquida de 119%. Em 2021, a receita foi de 8,4 milhões de reais. Em 2022, subiu para 18,4 milhões de reais.

O ranking é uma forma de reconhecer os negócios e celebrar o empreendedorismo no país. Com gestões eficientes, análise de oportunidade, novas estratégias e um bom jogo de cintura, os executivos no comando desses negócios conseguiram avançar no mercado.

Os resultados vieram a público num evento para mais de 400 convidados em São Paulo.

Neste ano, a lista traz 335 empresas de 22 estados, representantes das cinco regiões do país. Em relação ao ano anterior, o número de selecionadas representa aumento de 63%.Veja os resultados:

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Ricardo Bellino leva líderes empresariais ao mosteiro Zen para aprender nova abordagem de liderança
seloNegócios

Ricardo Bellino leva líderes empresariais ao mosteiro Zen para aprender nova abordagem de liderança

Há 4 horas

Faturamento das pequenas e médias empresas cresce 13,9% em janeiro
seloNegócios

Faturamento das pequenas e médias empresas cresce 13,9% em janeiro

Há 5 horas

Como abrir um negócio usando a inteligência artificial e ter mais chance de ser bem sucedido
seloNegócios

Como abrir um negócio usando a inteligência artificial e ter mais chance de ser bem sucedido

Há 5 horas

Muito além de celulares: como a Xiaomi quer vender 20 milhões de veículos elétricos
seloNegócios

Muito além de celulares: como a Xiaomi quer vender 20 milhões de veículos elétricos

Há 12 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais