BNDES aprova R$ 508 mi para concessionária do Aeroporto de Confins

Recurso servirá para a BHAirport quitar um empréstimo-ponte e bancar obras de ampliação e modernização no aeroporto, que devem ser realizadas até dezembro
Confins: valor financiado pelo BNDES corresponde a 52% do total do projeto de ampliação no aeroporto (Infraero/Divulgação)
Confins: valor financiado pelo BNDES corresponde a 52% do total do projeto de ampliação no aeroporto (Infraero/Divulgação)
G
Gabriela Mello, da ReutersPublicado em 20/06/2018 às 18:01.

São Paulo - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de 508 milhões de reais para a concessionária BHAirport quitar um empréstimo-ponte e bancar obras de ampliação e modernização do Aeroporto Internacional de Confins (MG).

O prazo total do financiamento é de 208 meses, o equivalente a mais de 17 anos, e o crédito concedido pelo BNDES corresponde a 52 por cento do valor total do projeto, de 983 milhões de reais, informou o banco em comunicado.

Em 2015, o BNDES antecipou 406 milhões de reais à BHAirport por meio de empréstimo-ponte para os investimentos no Aeroporto de Confins, cuja capacidade mais que dobrou para 22 milhões de passageiros por ano como resultado.

As obras para ampliação e modernização do aeroporto devem ser realizadas até dezembro deste ano. O regime de concessão foi iniciado em 2014 pela BHAirport, que tem entre os acionistas Infraero, CCR e Zurich Airport International.