Negócios

BB Seguridade prevê retorno sobre patrimônio maior em 2014

Companhia previu retorno entre 44 e 49 por cento após índice de 35,9 por cento em 2013


	Banco do Brasil: empresa prevê ainda crescimento entre 24 e 32 por cento em prêmios emitidos no segmentos vida, habitacional e rural em 2014, ante um aumento de 33,7 por cento em 2013
 (Adriano Machado)

Banco do Brasil: empresa prevê ainda crescimento entre 24 e 32 por cento em prêmios emitidos no segmentos vida, habitacional e rural em 2014, ante um aumento de 33,7 por cento em 2013 (Adriano Machado)

DR

Da Redação

Publicado em 11 de fevereiro de 2014 às 10h49.

São Paulo - A BB Seguridade, empresa de seguros, previdência e capitalização do Banco do Brasil, prevê retorno sobre patrimônio líquido médio ajustado maior este ano, após ter encerrado 2013 com resultado desta linha abaixo do previsto.

A companhia previu retorno entre 44 e 49 por cento após índice de 35,9 por cento em 2013, número que ficou abaixo da projeção da empresa de 37 entre 41 por cento para o ano passado.

As ações da BB Seguridade subiam quase 4 por cento às 11h15, enquanto o Ibovespa mostrava valorização de 0,65 por cento. Mais cedo, a empresa informou nesta manhã que teve lucro líquido de 903,6 milhões de reais no quarto trimestre, num resultado impulsionado pelo desempenho de suas coligadas.

A empresa prevê ainda crescimento entre 24 e 32 por cento em prêmios emitidos no segmentos vida, habitacional e rural em 2014, ante um aumento de 33,7 por cento em 2013.

No segmento de patrimônio e automóvel, a BB Seguridade prevê um expansão maior nos prêmios emitidos, entre 19 e 26 por cento em 2014, ante o aumento de 17,2 por cento em 2013.

Para a arrecadação com planos de previdência, a expectativa é de aumento entre 33 e 47 por cento, sobre alta de 27,1 por cento em 2013.

Por fim, a companhia espera que a arrecadação de Títulos de Capitalização suba de 10 a 15 por cento neste ano, ante aumento de 62 por cento em 2013.

Constituída no final de 2012, a BB Seguridade abriu capital em abril, na maior oferta pública inicial do mundo no ano passado, quando captou 11,475 bilhões de reais.

Acompanhe tudo sobre:BancosBB SeguridadeBB – Banco do BrasilEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileiras

Mais de Negócios

Empreendedor produz 2,5 mil garrafas de vinho por ano na cidade

Após crise de R$ 5,7 bi, incorporadora PDG trabalha para restaurar confiança do cliente e do mercado

Após anúncio de parceria com Aliexpress, Magalu quer trazer mais produtos dos Estados Unidos

De entregadores a donos de fábrica: irmãos faturam R$ 3 milhões com pão de queijo mineiro

Mais na Exame