Negócios

Após captar R$ 530 milhões, startup mineira compra novo negócio para acabar com o trauma do RH

Empresa quer que pequenos e médios negócios consigam emitir a folha de pagamento rapidamente pela internet

Mônica Hauck e o Ale Garcia, cofundadores da Sólides: startup mineira recebeu maior aporte da história de HRtechs (Sólides/Divulgação)

Mônica Hauck e o Ale Garcia, cofundadores da Sólides: startup mineira recebeu maior aporte da história de HRtechs (Sólides/Divulgação)

Daniel Giussani
Daniel Giussani

Repórter de Negócios

Publicado em 18 de abril de 2024 às 10h00.

Por volta de 2010, a empreendedora mineira Mônica Hauck estava olhando uma nova oportunidade de negócio no setor de tecnologia, depois de ter fundado e cuidado de uma startup de controle de rebanho em fazendas. Como era formada em História, uma ciência humana, queria algo mais ligado ao comportamento humano em si. Pensou num software que com, análise de dados, pudesse ajudar a avaliar o comportamento das pessoas para corporações.

Nascia ali a Sólides.

A empresa como é conhecida hoje, porém, surgiu mesmo em 2015. A ideia original de Mônica estava encontrando resistência para ser vendida naquele ano por causa da recessão. Como ela já fazia algo, de certa forma, para o departamento de recursos humanos, resolveu pivotar o negócio para sair da crise.

A solução veio ao olhar para um dado sobre geração de emprego no país. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), mais de 78% dos novos empregos criados no país são em micro, pequenos e médios negócios nacionais. Mônica resolveu então, que forneceria a essa categoria profissional a digitalização dos recursos humanos.

“Esses softwares para RHs normalmente eram vendidos a grandes empresas, com centenas ou milhares de funcionários”, diz. “Mas o grande volume de contratação estava mesmo nas PMEs, e elas também tinham dores de lidar com benefícios, sistema de ponto, etc”.

Agora, a Sólides dá um passo importante para se consolidar como “a área digital” dos RHs de pequenas e médias empresas. A startup acaba de comprar a Folha de Pagamento Digital da empresa de recursos humanos 2easy. O valor da negociação não foi informado, mas vem na esteira de um aporte de 530 milhões de reais que a Sólides recebeu pelo Warburg Pincus em 2022.

Com a compra, a empresa quer se consolidar como uma única plataforma em que o departamento pessoal das PMEs precise trabalhar. Por ali, é possível fazer recrutamento e seleção, treinamento e desenvolvimento, controle de ponto, gestão de férias, benefícios -- e agora, emitir a folha de pagamento.

“Folha de pagamento é o momento mais difícil do mês para os RHs das empresas”, diz Mônica. “A tecnologia que adquirimos agora vai permitir que os empreendedores façam essa folha ao longo do mês, de maneira simplificada e digital. Queremos tirar o trauma do RH”.

Qual é a estrutura da Sólides

Entre as tarefas de RH que podem ser feitas pelo software da Sólides estão:

  • Pesquisa de clima
  • Recrutamento de seleção
  • Armazenamento de currículos
  • Avaliações de desempenho
  • Atualização de dados cadastrais de funcionários
  • Emissão de folha de pagamento.

Hoje, a empresa atende cerca de 30.000 empresas e 8 milhões de pessoas, num modelo de faturamento por assinatura, o conhecido SaaS. A empresa não divulga o faturamento, mas fala que está numa toada de crescimento com a entrada de 1.200 clientes por mês.

“A partir do momento que entramos nessa jornada de ser o portal digital dos RHs, a folha era a peça que faltava”, diz Mônica.

Como a Folha de Pagamento Digital vai funcionar

A solução de Folha de Pagamento Digital será integrada ao conjunto de soluções da startup, passando a se chamar Sólides Folha Digital.

A ideia é digitalizar o processo de emissão da folha, hoje feita manualmente por muitos pequenos e médios negócios, o que torna tudo mais lento e sujeito a erros humanos.

“A demanda por esse produto dentro da Sólides é gigantesca, sendo o produto mais requisitado por nossos clientes para ser adicionado ao portfólio”, diz Ale Garcia, cofundador da Sólides.

Pela plataforma, é possível automatizar o cálculo de salários e descontos em tempo real, além de fazer o processamento de benefícios que precisam constar em folha.

O novo serviço será oferecido como um adicional na plataforma da Sólides. “O cliente vai poder escolher se adere à folha, e essa folha já vai estar integrada na jornada, direto no dashboard, no site, sem precisar baixar nada”.

Segundo Mônica, o objetivo é que o profissional de RH das empresas abra a plataforma no início do dia e só precise usar ela - e nenhuma outra - até terminar o expediente.

“Nossa meta continua sendo a entrega de tudo num só lugar”, afirma. “Temos um time de M&A bem ativo, bem animado. Continuamos olhando para novas aquisições com objetivo de fortalecer o caminhar e a jornada”.

Quem é Mônica Hauck

Formada em história, pós-graduada em culturas políticas, com MBA em gestão empresarial e formação em inovação e empreendedorismo pela Stanford University, Mônica se tornou nos últimos anos uma das principais vozes brasileiras do empreendedorismo feminino e do mercado de tecnologia e RH nacional.

Ela figura na lista dos ‘CEOS das startups de maior destaque do Brasil’, organizada pelo Distrito e, em 2022, foi eleita ‘Empresária Destaque’ do Prêmio Top of Mind Brasil de RH, considerado o ‘Oscar do RH’.

A Sólides recentemente foi ainda uma das homenageadas pela EY na 25ª edição do Programa Empreendedor do Ano Brasil e figurou no estudo Corrida dos Unicórnios, do Distrito, como uma das startups brasileiras com maior potencial de atingir o valor de mercado de mais de 1 bilhão de dólares.

Acompanhe tudo sobre:Recursos humanos (RH)Startups

Mais de Negócios

De olho na geração Z, fintech NG.Cash capta R$ 65 milhões em rodada liderada pela Monashees

Takeda chega a acordo de US$ 2,2 bilhões para desenvolver vacina contra Alzheimer

Enchentes no RS: quais são as iniciativas já existentes para ajudar pequenos negócios gaúchos

Após lucro antes do esperado, fintech quer crescer cinco vezes e ver mais de R$ 1 bi em plataforma

Mais na Exame