Negócios

Amazon mantém contratação de engenheiros, mas segue cautelosa

Gigante do e-commerce empregava 1,52 milhão de pessoas globalmente até 30 de junho, uma queda de cerca de 100 mil pessoas em relação ao trimestre anterior

Amazon: empresa continuará a contratar engenheiros de software (Bodo Schackow/picture alliance/Getty Images)

Amazon: empresa continuará a contratar engenheiros de software (Bodo Schackow/picture alliance/Getty Images)

B

Bloomberg

Publicado em 29 de julho de 2022 às 13h31.

Última atualização em 29 de julho de 2022 às 14h19.

A Amazon continuará a contratar engenheiros de software, principalmente para seus serviços da Amazon Web e negócios de publicidade, mas será cautelosa na contratação de outros departamentos, disse o diretor financeiro Brian Olsavsky.

“Continuaremos a aumentar o número de funcionários, mas também estamos atentos à condição econômica”, disse Olsavsky a repórteres depois que a empresa divulgou os resultados do segundo trimestre na quinta-feira.

A Amazon empregava 1,52 milhão de pessoas globalmente até 30 de junho, uma queda de cerca de 100 mil pessoas em relação ao trimestre anterior. A maior parte da redução foi atribuída a desgastes nos armazéns e redes de entrega da empresa. É a primeira vez desde o início de 2021 que a Amazon demite funcionários.

(Bloomberg)

LEIA TAMBÉM:

Amazon (AMZO34) registra prejuízo no 2T22 mas ações sobem mais de 12%

Acompanhe tudo sobre:AmazonEngenheirosSoftware

Mais de Negócios

Após balanço, fortuna de Jensen Huang, CEO da Nvidia, avança R$ 39,4 bilhões em 1 dia

Esses 4 colegas da faculdade receberam R$ 10 milhões por tecnologia contra dorminhocos no trânsito

Sobra resiliência, falta comunicação: o potencial latino de atrair investimentos é debate na China

Uber vai lançar categoria exclusiva de carros híbridos e elétricos no Brasil

Mais na Exame