Negócios
Acompanhe:

Abertura de pequenos negócios em 2022 supera os números do período pré-pandemia

Por quatro anos consecutivos, o número de MPE criadas supera a marca de 3 milhões de empresas

Em 2022, foram abertos 3,6 milhões novos empreendimentos, segundo o Sebrae (Iryna Khabliuk / EyeEm/Getty Images)

Em 2022, foram abertos 3,6 milhões novos empreendimentos, segundo o Sebrae (Iryna Khabliuk / EyeEm/Getty Images)

A
Agência Sebrae de Notícias

22 de janeiro de 2023, 09h00

Um levantamento feito pelo Sebrae, a partir de dados da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), mostra que a abertura de pequenos negócios no ano passado registrou uma pequena queda (7%) em comparação com 2021, mas continua superior ao número registrado no período que antecede a pandemia de Covid.

Em 2019, haviam sido criadas pouco mais de 3 milhões de pequenas empresas. No total, em 2022, foram 3,6 milhões de novos empreendimentos, a maioria concentrada na categoria do microempreendedor individual (MEI), que representou 78% do total.

Um dado significativo e que aponta para uma possível melhora no ambiente de negócios do país foi o fato de que o número de Empresas de Pequeno Porte abertas no ano passado foi o maior dos últimos quatro anos. Essa categoria de empreendimento pressupõe, em geral, investimentos iniciais maiores e mais tempo de planejamento que o demandado para a criação de microempresas ou MEI.

Assine a EMPREENDA e receba, gratuitamente, uma série de conteúdos que vão te ajudar a impulsionar o seu negócio.

No conjunto da economia, os setores que registraram o maior volume de novas micro e pequenas empresas foram: ambulatórios médicos e odontológicos, serviços de escritório e apoio administrativo, restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas, outras atividades de saúde, além do comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios.

Analisando especificamente a performance dos microempreendedores individuais, a maior demanda foi pela abertura de empresas no setor de cabeleireiro e atividades de tratamento de beleza. Já entre as microempresas e empresas de pequeno porte, a categoria que liderou a criação de novos negócios foi a mesma: atividades de atenção ambulatorial executadas por médicos e odontólogos.

Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, os números do levantamento confirmam que o país mantém o seu ímpeto empreendedor. “Nos últimos quatro anos, mesmo com todas as dificuldades causadas pela pandemia, o número de novos pequenos negócios criados nunca esteve abaixo das 3 milhões de empresas. Precisamos continuar trabalhando pela melhoria do ambiente de negócios no país e apoiando os empreendedores e potenciais empresários”, comenta Melles. Ele lembra que as MPE são responsáveis pela renda que sustenta – direta ou indiretamente – 86 milhões de pessoas (o que equivale a aproximadamente 40% da população) e que em 2022 os pequenos negócios responderam por 7 em cada 10 empregos gerados.

Números da CNAE

2022
• 3.641.472 – Pequenos Negócios
• 2.851.280 – MEI
• 663.992 – ME
• 126.200 – EPP

2021
• 3.933.687 – Pequenos negócios
• 3.112.568 – MEI
• 697.807 – ME
• 123.312 – EPP

2020
• 3.383.960 – Pequenos negócios
• 2.606.701 – MEI
• 58.324 – ME
• 95.935 – EPP

2019
• 3.085.001 – Pequenos Negócios
• 2.419.375 – MEI
• 577.101 – ME
• 88.525 – EPP

Atividades com maior abertura de novos negócios em 2022

Conjunto dos pequenos negócios

• Atividades de atenção ambulatorial executadas por médicos e odontólogos
• Serviços combinados de escritório e apoio administrativo
• Restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas

MEI

• Cabeleireiros e outras atividades de tratamento de beleza
• Atividades de publicidade não especificadas anteriormente
• Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios

ME

• Atividades de atenção ambulatorial executadas por médicos e odontólogos
• Serviços combinados de escritório e apoio administrativo
• Restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas

EPP

• Atividades de atenção ambulatorial executadas por médicos e odontólogos
• Restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas
• Serviços combinados de escritório e apoio administrativo

LEIA TAMBÉM